Agronegócio tem retração em empregos
CI
Imagem: Pixabay
EM OUTUBRO

Agronegócio tem retração em empregos

O setor que havia criado 7.411 vagas em setembro perdeu 120 postos de trabalho
Por: -Eliza Maliszewski

Depois de liderar os empregos no país, com 98.320 postos de janeiro a agosto, o agronegócio foi o único setor a registrar queda nos empregos no mês de outubro. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Economia, nesta quinta-feira (26), por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O setor que havia criado 7.411 vagas em setembro perdeu 120 postos de trabalho. Foram 64.283 admissões contra 64.403 demissões, resultando no saldo negativo de 0,01%.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, foram 729.281 admissões, 626.370 demissões, resultando em um saldo de 102.911 vagas criadas. A variação positiva é de 6,92%, sendo o melhor desempenho entre todos os setores pesquisados. O segmento envolve agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura.

Em relação aos outros setores a economia brasileira gerou 394.989 empregos com carteira assinada em outubro, alta pelo quarto mês consecutivo. Este foi o melhor saldo para o mês desde 1992, quando começou a série histórica do Caged. Foram 1.548.628 contratações contra 1.153.639 demissões. Em setores o melhor desempenho foi o de serviços, seguido da indústria, comércio e construção civil.

Segundo o Ministério da Economia, as cinco regiões do país registraram mais contratações do que demissões em outubro. A liderança ficou com o Sudeste, que gerou mais de 186.884 postos.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink