AGROTEMPO: saiba como o ciclone subtropical está influenciando o tempo
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREVISÃO DO TEMPO

AGROTEMPO: saiba como o ciclone subtropical está influenciando o tempo

O ciclone no oceano continuará influenciando o tempo de forma significativa até, pelo menos. quarta-feira (21.04)
Por: -Aline Merladete

Nesta terça-feira (20.04), o ciclone subtropical em alto mar continua influenciando o tempo em algumas localidades do Brasil, principalmente na organização de um corredor de umidade, que carrega a umidade da amazônia em direção ao oceano, aumentando as condições para chuvas nas regiões sob a influência deste sistema.

uma grande massa de ar seco, predomina o tempo no centro-sul do país impedindo a formação de nuvens carregadas na região. Já no Norte e Nordeste do país, a condição de pancadas de chuvas é predominante em praticamente todas as áreas. 

O ciclone no oceano continuará influenciando o tempo de forma significativa até, pelo menos. quarta-feira (21.04), mantendo o corredor de umidade e instabilidades entre o norte de Minas Gerais e Bahia Além disso, não há indicativos de mudanças significativas no padrão das chuvas na região norte no decorrer dos próximos dias, bem como na faixa norte do nordeste brasiliero. Há indicativos de mudança no tempo no centro-sul do Brasil, entre  os dias 24 e 25.  

Um sistema de baixa pressão vai favorecer a formação de uma nova frente-fria que contribuirá para as instabilidades em parte da Região Sul e no Mato Grosso do Sul, a partir destes dias, até lá o tempo estará mais estável nesta Região do país, com chuvas apenas no litoral devido à circulação marítima.

Saiba como ficará o tempo em cada região do Brasil

Região Norte
As chuvas continuam presentes em praticamente todos os estados da região, isso devido ao forte calor e a grande quantidade de umidade no ar. Assim, desde o AC até o TÓ há condições para pancadas de chuvas que podem ser localmente fortes e provocar acumulados na ordem dos 40 mm no decorrer do dia. No entanto, no estado de RR a condição do tempo é mais firme, mas não são descartadas pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas.

Região Nordeste
O corredor de ventos provocado pela influência do ciclone subtropical na costa do sudeste, atua de forma significativa na região nordeste. Desta forma, a umidade amazônica segue em direção ao oceano passando pelo sul do estado do MA, PI e grande parte da BA. Além disso, instabilidades de altitude também aumentam as condições para formação de temporais entre o norte do PI, CE, PE e PB. Vale destacar que no litoral e recôncavo baiano, os acumulados podem ser expressivos e atingir a marca dos 50 mm pontualmente. Nas demais regiões há condições para pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas. 

Região Centro-Oeste
As chuvas ficarão concentradas na faixa norte da região. Porém serão chuvas irregulares, podendo ocorrer em todo o estado do MT e norte do GO, e os acumulados ficarão na ordem dos 20 mm. No entanto, entre o DF, sul do GO, e boa parte do estado do MS, o tempo ficará sob o regime de uma massa de ar seco, impedindo a formação de nuvens carregadas. Atenção para as altas temperaturas que poderão superar os 34°C, em especial na grande região do pantanal sul matogrossense, e aos baixos índices de umidade relativa do ar, abaixo dos 30%, entre o MS e GO. 

Região Sudeste
Assim como na região vizinha, uma massa de ar seco predomina tempo em grade parte dos estados da região. Entretanto também haverá influência do ciclone subtropical, especialmente no litoral sul de SP, devido à influência dos ventos que sopram do mar em direção à costa,  e no extremo norte de MG, devido ao posicionamento do corredor de umidade provocado pelo alinhamento dos ventos causados pelo ciclone. Apesar disso, não são esperados acumulados de chuvas expressivos nessas regiões, haverá uma maior nebulosidade na faixa leste e há previsão para rajadas de vento na ordem dos 60 km/h em algumas localidades do RJ.   

Região Sul
O predomínio da massa de ar seco continua atuando na metade oeste dos estados do sul, diminuindo a condição para ocorrência de chuvas nesta terça-feira. No entanto, na faixa leste dos estados, sobretudo na costa de SC e PR, a influência da umidade marítima mantém o tempo instável durante todo o dia, desta forma, essas instabilidades poderão ocorrer a qualquer momento do dia e provocar acumulados próximos aos 20 mm. As temperaturas seguem típicas da época do ano, com amanhecer ameno, mas seguindo para rápida elevação no período do dia, podendo superar os 30°C no noroeste do PR, oeste de SC e no oeste gaúcho. 

Veja os mapas de como ficam as temperaturas e as chuvas:

Chuva:

Temperatura Máxima:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink