Água tratada é fundamental para manter qualidade do queijo Minas Artesanal

Agronegócio

Água tratada é fundamental para manter qualidade do queijo Minas Artesanal

O superintendente técnico da FAEMG, Altino Rodrigues Neto, foi um dos debatedores
Por:
568 acessos

A qualidade da água utilizada na produção do queijo Minas Artesanal foi o tema que mais despertou interesse dos participantes do 1º Seminário Técnico e Científico sobre o Queijo Minas Artesanal, promovido pelo IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária), no Lanagro (Laboratório Agropecuário Nacional em Minas Gerais), em Pedro Leopoldo. 

O superintendente técnico da FAEMG, Altino Rodrigues Neto, foi um dos debatedores: “Há questionamentos sobre se a água retirada da mina é pura. Mas está cientificamente comprovado que esta água é veículo para patógenos e necessita de tratamento adequado para ser utilizada na produção do queijo. Este cuidado é um dos fatores dos quais não se pode abrir mão para se garantir a qualidade do produto”.

Altino reitera que o uso da água devidamente tratada, a sanidade do rebanho e a higienização da área de produção de queijo devem seguir um padrão: “A única variação que se pode ter é com relação a estrutura física, como pé direito, piso, por exemplo, e não nos critérios de qualidade da produção”, alerta o superintendente técnico da FAEMG. “O queijo Minas Artesanal é nosso produto mais conhecido fora das fronteiras do estado. É um patrimônio que precisa ser preservado”.

A produção de forma adequada também contribui para a manutenção do negócio da família e a sucessão no campo: “O queijo começa a gerar renda para os produtores, possibilitando que seus filhos saiam das fazendas para estudar. Em outros momentos, estas pessoas voltam para a área rural, para cuidar do negócio da família”, diz Altino Rodrigues.

Vigilância sanitária

Outros temas debatidos foram o sistema de vigilância na produção do queijo cru e as principais doenças transmitidas para o ser humano, caso o sistema de controle de produção não seja eficiente. O superintendente técnico da FAEMG ressaltou a participação efetiva dos órgãos públicos e das universidades que realizam pesquisas sobre o tema: “Esse interesse reafirma a importância do queijo Minas Artesanal para nosso estado”, diz Altino Rodrigues.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink