Alemanha se torna alvo para as frutas brasileiras
CI
Agronegócio

Alemanha se torna alvo para as frutas brasileiras

O setor obteve aumento de 41% em 4 anos nas exportações para o país
Por: -Admin

A Alemanha é um grande consumidor de frutas, em 2004 importou 13,3 milhões de toneladas principalmente de frutas como: uva, maçã, coco, laranja e banana. O Instituto Brasileiro de Frutas (IBRAF) de olho neste mercado participa desde 2003, com o apoio da APEX-Brasil (Agência de Promoção de Exportação e Investimentos), da Fruitlogística, uma das feiras de negócios do setor, que recebe aproximadamente 35.000 profissionais vindos de mais de 60 países.

Desde o início da participação brasileira houve um aumento de 51% em valor e 41% em volume nas exportações de frutas frescas para o país. Segundo a gerente executiva do IBRAF, Valeska Oliveira, “O objetivo é ampliar nossa presença direta neste mercado, que hoje é de 3%.”

Na edição anterior os empresários brasileiros efetivaram US$ 2,4 milhões em negócios e perspectivas de mais US$ 65,5 milhões em negócios futuros e investimentos. Para o Ceará a participação na feira gerou bons frutos, logo após o evento o Governo do Estado do assinou um contrato com uma empresa internacional para investimentos na ordem de US$ 50 milhões. Para Fernando Martins do Instituto Frutal, após quase um ano da participação na Fruitlogística os resultados do investimento já estão sendo visíveis, ele afirma que houve um aumento de US$ 4 milhões nas exportações de banana e um crescimento significativo na exportação de abacaxi do Estado. As informações são da assessoria de imprensa do IBRAF.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink