Algodão: compradores estão resistentes a altos valores
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO LENTO

Algodão: compradores estão resistentes a altos valores

Já as exportações de algodão em pluma estão intensas neste mês e podem atingir novo volume recorde
Por: -Aline Merladete

A liquidez no mercado interno de algodão em pluma está baixa. Segundo pesquisadores do Cepea, vendedores vêm limitando a oferta, e compradores estão resistentes em pagar valores mais altos. No acumulado da parcial deste mês (até o dia 17), o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8, registra baixa de 5,6%, fechando a R$ 3,8266/lp nessa terça-feira, 17.

Conforme dados do boletim informativo do Cepea, em relação as exportações de algodão em pluma estão intensas neste mês e podem atingir novo volume recorde. Somente nos primeiros nove dias úteis de novembro, o Brasil já embarcou 196,3 mil toneladas de pluma, segundo a Secex. Como comparação, de abril a julho deste ano, os embarques somaram 294,2 mil toneladas, e de agosto a outubro, 508,4 mil toneladas de pluma. Desse modo, caso o atual ritmo de vendas externas se mantenha até o final de novembro, o volume exportado deve superar o recorde atingido em janeiro deste ano, de 308,8 mil toneladas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink