ESTOQUES ALTOS

Algodão: Safra americana vai manter preços baixos

Perdas de furacões são menores que o esperado
Por: -Leonardo Gottems
92 acessos

A safra norte-americana de algodão garantirá uma produção de pelo menos 21 milhões de fardos, apesar das perdas na Geórgia e no Texas com o furacão Irma. Se essa estimativa está correta, haverá uma sobre de 5,5 milhões de fardos de algodão em 2018 e uma provável queda nos preços internacionais da commodity, segundo especialistas.

“Enquanto a incerteza segue pairando no caminho, os produtores precisam aproveitar os ralis do mercado e se proteger de liquidações inesperados,” afirmou o economista especializado em algodão da Universidade Agrícola e Mecânica do Texas John Robinson.

O clima continuará sendo um fator muito significativo para safra norte-americana no ano que vem novamente. A Administração Nacional Atmosférica e Oceânica (NOAA) prevê que haverá condições de La Niña de Novembro a Maio, o que deve significar um período extenso de tempo seco.

“Tudo sugere que em 2018 a superfície de algodão será igual a de 2017 com os baixos preços de grãos de pastagem e trigo, mas a seca de La Ninã dos dois primeiros trimestres será crucial para a safra do Texas. Se há seca, a superfície plantada provavelmente crescerá ano a ano”, explicou Robinson.

Os dados do furacão Irma geraram perdas de 2,9 milhões de fardos. Já no Texas, os danos ainda são desconhecidos, mas Robinson estima apenas 200 mil fardos de perdas e 200 mil fardos degradados. “Se você vai plantar algodão, mantenha os olhos abertos e calcule os custos de produção por unidade. Se o preço cobre, venda e sempre deixe algo em estoque”, afirmou o economista.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink