Algodão

Algodão/Cepea: com alta externa, interesse por exportação aumenta

O número de negócios captados pelo Cepea, no entanto, ainda tem sido baixo
Por:
121 acessos

Com a alta dos preços internacionais e as oscilações na taxa de câmbio nestes primeiros dias de novembro, agentes se voltaram para as negociações de contratos para exportação, principalmente envolvendo o produto da safra 2017/18.

O número de negócios captados pelo Cepea, no entanto, ainda tem sido baixo. No mercado brasileiro, apenas alguns lotes foram comercializados para entrega neste final de 2017 e ao longo de 2018. Já para entregas rápidas, boa parte dos vendedores segue retraída, mantendo baixa a liquidez. Algumas indústrias estão ativas no mercado, mas ofertando preços inferiores aos pedidos por cotonicultores e tradings.

A disparidade de preços entre os agentes e a diferença de qualidade num mesmo lote de pluma limitaram os fechamentos. Assim, de 31 de outubro a 7 de novembro, o Indicador do algodão CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu apenas 0,27%, a R$ 2,4149/lp nessa terça-feira.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink