Alta de Chicago impede queda maior da soja no País

Agronegócio

Alta de Chicago impede queda maior da soja no País

O avanço das cotações em Chicago animou os produtores a plantar mais
Por: -Redação
1 acessos

A Agência Rural (AgRural) acredita que “o surpreendente avanço das cotações da soja na bolsa de Chicago em plena colheita recorde dos EUA animou parte dos produtores brasileiros a plantar mais do que planejavam no início dos trabalhos da safra 06/07”. Esta quarta estimativa mostra que a área plantada deve chegar a 21,335 milhões de hectares (ha), com queda de apenas 4% diante dos 22,229 milhões/ha cultivados na safra passada. Em relação à estimativa de outubro, quando a AgRural calculava uma área 7% menor que a da safra 05/06, houve avanço de 585 mil/ha. Deste volume ‘recuperado’, 420 mil/ha estão no Centro-Oeste e deles, 300 mil/ha em Mato Grosso.

Conab -- De acordo com a segunda estimativa de safra divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a produção brasileira de grãos 06/07 deve ficar entre 118,9 milhões/t e 121,3 milhões/t. Se confirmado o intervalo superior, a safra atual será 1,1% maior que a anterior, que se confirmou em 119,9 milhões/t. A Conab estima a área cultivada entre 45 milhões/ha e 45,8 milhões/ha de hectares, o que representa uma redução de 3,1% no intervalo superior em relação aos 47,3 milhões/ha da safra anterior. Com relação à soja, 1,1 milhão/ha de soja deixarão de ser plantados e serão substituídos pelo algodão, arroz e feijão.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink