Alta do ovo prossegue: três reajustes em três dias
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,162 (0,92%)
| Dólar (compra) R$ 5,58 (-0,64%)


Agronegócio

Alta do ovo prossegue: três reajustes em três dias

Por:
686 acessos
De grão em grão o ovo vai, enfim, recuperando o que perdeu mais recentemente. Ontem, 9, obteve novo ajuste de preço e, com isso, registra no momento a mesma remuneração (nominal, claro) alcançada há um ano.

Obviamente, isso continua insuficiente. Pois o preço atual permanece 12% abaixo do vigente apenas quatro semanas atrás. E o valor médio dos nove primeiros dias do mês se encontra quase 5% aquém da média alcançada em maio de 2011.

Mantida a atual cotação serão necessárias, ainda, duas semanas para que o preço médio do mês se iguale ao de um ano atrás. Mas isso deve ocorrer antes desse prazo porque, aliada à oferta agora ajustada, detecta-se um natural (e aguardado) aumento de demanda. Em suma, as altas devem prosseguir.



Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink