Altas do milho e do farelo pioram relação de troca de pecuarista
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Eliza Maliszewski

COTAÇÃO

Altas do milho e do farelo pioram relação de troca de pecuarista

Cenário é verificado justamente neste momento de entressafra pecuária
Por: -Aline Merladete
1071 acessos

Apesar de a cotação da arroba seguir em patamar recorde ao longo deste mês, as significativas altas nos valores do milho e do farelo de soja, importantes insumos da alimentação bovina, vêm prejudicando a relação de troca de pecuaristas.

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário é verificado justamente neste momento de entressafra pecuária, quando muitos produtores intensificam o uso do cereal e do derivado de soja na alimentação animal. Na parcial de agosto, a venda de uma arroba (foi considerado o Indicador do boi gordo CEPEA/B3, mercado paulista) possibilita a compra de pouco mais de 16 quilos de milho (Indicador ESALQ/BM&FBovespa, base Campinas-SP), contra 18 quilos em julho.

Quanto ao farelo de soja, a venda de uma arroba de boi gordo em São Paulo em agosto permite a aquisição de 8,2 quilos do derivado, menos que o observado no mês anterior (8,42 quilos de farelo). 

*Informações do boletim informativo do Cepea.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink