Ampa apresenta na Ásia potencial de Mato Grosso

Agronegócio

Ampa apresenta na Ásia potencial de Mato Grosso

A cultura responde por metade da renda do setor agrícola chinês
Por:
53 acessos

A cadeia do algodão é a mais importante da China. São 140 milhões de pessoas diretamente envolvidas com a cotonicultura, da produção ao consumo. A cultura responde por metade da renda do setor agrícola chinês. Porém, os chineses vivem um impasse: as áreas de plantio de algodão não podem ser ampliadas, para não ocupar o espaço destinado à produção de alimentos. É justamente, esta lacuna que o algodão produzido em Mato Grosso pretende ocupar.

Entre 27 e 29 de junho, durante o China International Cotton Cofference 2007, em Urumqi, Xinjiang, a Associação Mato-grossense de Produtores de Algodão (Ampa) apresentou o potencial do Estado e, destacou na palestra “Desenvolvimento de Boas Práticas de Agricultura no Cultivo do Algodão. Como o Brasil Enfrentou o Desafio”, o compromisso sócio-ambiental do setor no país para uma platéia de mais de 800 empresários chineses e estrangeiros. Os diretores da Ampa, já estão na Tailândia onde dão continuidade à divulgação do algodão de Mato Grosso em encontros com empresários e visitas as indústrias têxteis tailandesa. Na segunda-feira, dia 9, o grupo estará de volta.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink