ANTF vê aumento de 9,9% na carga de ferrovias em 2012

Agronegócio

ANTF vê aumento de 9,9% na carga de ferrovias em 2012

Os investimentos das concessionárias deverão somar 5,3 bilhões de reais neste ano
Por: -Leonardo Goy
1253 acessos
BRASÍLIA (Reuters) - As ferrovias de cargas concedidas no Brasil deverão transportar cerca de 522 milhões de toneladas úteis (TUs) em 2012, um aumento de cerca de 9,9 por cento em relação às 475,1 milhões de TUs transportadas em 2011, informou nesta segunda-feira a Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF).

Os investimentos das concessionárias deverão somar 5,3 bilhões de reais neste ano, aumento de 15,2 por cento ante os 4,6 bilhões de reais investidos pelas empresas no ano passado.

Segundo o presidente-executivo da ANTF, Rodrigo Vilaça, dos investimentos esperados para 2012, cerca de 1,5 bilhão devem ser investidos em equipamentos ferroviários e outros 2 bilhões em vias permanentes.

A ANTF estima que, até 2020, o número de ferrovias usadas no sistema deve aumentar das atuais 3.045 para cerca de 5 mil e os vagões, de 100,9 mil para 140 mil.

Vilaça ressaltou, entretanto, que apresentará aos ministros do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, e da Fazenda, Guido Mantega, pedido para que às ferrovias sejam disponibilizadas linhas de financiamento com prazos maiores, além de benefícios fiscais para compra de equipamentos, como a desoneração da folha de pagamento.

"O que mais queremos são linhas de financiamentos com prazo de 20 a 25 anos, com taxas reduzidas", disse Vilaça, durante entrevista para apresentação do balanço do setor em 2011.

Segundo Vilaça, se conseguir os benefícios, as concessionárias podem aumentar ainda mais a frota e chegar, em 2020, com cerca de 200 mil vagões e 6 mil locomotivas.

CONTÊINERES

O transporte de contêineres nas ferrovias concedidas cresceu 23,7 por cento em 2011, ante 2010, chegando a 287.458 TEUs -contêineres com tamanho equivalente a 20 pés. Em 2012, a expectativa é de que o transporte de contêineres suba 7,1 por cento, para 308 mil TEUs.

A chamada "produção ferroviária", medida em toneladas por quilômetro útil (TKU), cresceu dos 278,5 bilhões de TKUs em 2010 para 290,5 bilhões em 2011. Neste ano, a estimativa é de que a produção fique em 320 bilhões de TKUs.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink