Após quebra por seca, Conab prevê aumento de 10 mi t para Mato Grosso na safra 16/17

Agronegócio

Após quebra por seca, Conab prevê aumento de 10 mi t para Mato Grosso na safra 16/17

A recuperação da produção de grãos é decorrente a soja e ao milho, que tiveram grandes impactos na produtividade
Por:
909 acessos

A recuperação da produção de grãos é decorrente a soja e ao milho, que tiveram grandes impactos na produtividade

A produção de grãos para Mato Grosso nesta safra 2016/2017 conta com uma previsão de 53,2 milhões de toneladas de grãos. O volume é 9,8 milhões de toneladas superior as 43,4 milhões colhidas no ciclo 2015/2016. A previsão foi divulgada pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), nesta quinta-feira, 06 de outubro. Ao se comparar com a primeira previsão da safra 2015/2016 verifica-se uma projeção de "recuperação", após quebra ocasionada pela seca.

As projeções para Mato Grosso, segundo a Conab, em seu primeiro prognóstico da safra 2016/2017, apontam para uma produção entre 52,8 milhões e 53,2 milhões de toneladas. O montante nada mais é que uma recuperação do previsto na safra 2015/2016 que havia sido entre 51,8 milhões de toneladas e 52,4 milhões.

A área destinada aos grãos deve saltar de 14 milhões de hectares para 14,2 milhões. Em termos de produtividade, aumento de 3.101 quilos por hectare para 3.752 quilos.

A recuperação da produção de grãos é decorrente a soja e ao milho, que tiveram grandes impactos na produtividade motivados pelo stress hídrico, em decorrência ao El Niño.

Na soja, a produção estimada é entre 28,9 milhões e 29,1 milhões de toneladas. O Estado colheu no ciclo 2015/2016 um volume de 26 milhões de toneladas, de acordo com a Conab. No milho 2ª safra, principal cultura de Mato Grosso na safrinha, prevê-se 21,4 milhões de toneladas, 42% a mais que as 15 milhões colhidas no ciclo anterior.

No algodão a expectativa é de um "leve" crescimento na produção. Conforme a Conab, Mato Grosso deve colher entre 2,3 milhões de toneladas e 2,4 milhões em algodão em caroço. Na safra passada foram produzidos 2,2 milhões de toneladas. Diante o beneficiamento espera-se que em pluma de algodão sejam produzidas entre 938,1 mil e 976 mil toneladas, volume este superior as 880,5 mil toneladas colhidas na safra anterior. Em caroço de algodão 1,4 milhão de toneladas são previstas.

Clima

Segundo a Conab, o prognóstico climático de chuva para o último trimestre de 2016 (outubro, novembro e dezembro) para as regiões Centro-Oeste e Sudeste "indicam que devem prevalecer áreas com precipitação dentro da faixa normal ou acima no trimestre. Há, também, significativa probabilidade de chuvas acima da média nas duas regiões durante outubro."

Brasil

A estimativa da produção de grãos para a safra 2016/2017 total no Brasil poderá ficar entre 210,5 e 214,8 milhões de toneladas. Com isso, o crescimento poderá ser de até 15,3% em relação à safra anterior 2015/2016, que foi de 186,4 milhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink