Aprosoja e Abramilho realizam Fórum Mais Milho

Agronegócio

Aprosoja e Abramilho realizam Fórum Mais Milho

Encontro em Cuiabá pretende discutir as principais questões produtivas do setor
Por:
1336 acessos

A Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramillho), em parceria com a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Mato Grosso (Aprosoja), realizam no próximo dia 9 de dezembro, às 8hs, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, MT, o lançamento do Fórum Mais Milho. 

O objetivo é debater as principais questões da cadeia produtiva do milho. De acordo com o vice-presidente da Abramilho, Glauber Silveira, o Fórum vai ser um painel que trará destaque para a produção do cereal e, com certeza, entrará para o calendário de eventos do setor. 

Formatado em quatro painéis centrais vai apresentar como temas, As Políticas do Mapa para a Cultura do Milho, com a presença do Ministro Blairo Maggi. Em seguida, As tecnologias e Manejo para a Produção de Milho, pelo presidente da Monsanto, Rodrigo Santos. Para o painel sobre o Cenário do Mercado do Milho para 2017, a palestra central está a cargo da Bolsa Brasileira de Mercadorias e Futuros, e conta ainda com a presença do Secretário de Política Agrícola, Neri Geller. Por último o tema será Como podemos diversificar e Agregar Valor à Cultura do Milho, apresentado por Airton Spies e Vital Nogueira. 

Para o presidente da Abramilho, Alysson Paolinelli, a realização deste Fórum vai permitir uma discussão muito positiva. “O Mais Milho significa que todos da cadeia possam colaborar para que se pense e discuta sobre o milho. A política de preço, por exemplo, todos sabem que o preço final do milho é altamente influenciado por políticas públicas, precisamos discutir isso, e este evento é uma ótima oportunidade para isso. Não podemos deixar acontecer novamente o que aconteceu no ano passado, em que não tivemos milho, nem para abastecimento interno e muito menos para os nossos compradores. É preciso falar sobre milho, é preciso falar sobre a importância do milho na cadeia produtiva."


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink