Agronegócio

Aprosoja MT alerta agricultores para alavancar cultivo

Presidente Carlos Fávaro frisa cuidados com as chuvas, pragas e mercado
Por: -Lucas Rivas
1723 acessos


A fim de consolidar, ainda mais, o estado do Mato Grosso como maior produtor nacional de grãos do país, segundo IBGE, a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja-MT) ressalta que os agricultores do estado devem estar atentos a três questões para potencializar a produção local: mercado financeiro, pragas e período de chuvas.


Conforme o presidente da Aprosoja-MT, Carlos Fávaro, os três pilares são fundamentais para o Mato Grosso caminhar para mais uma produção recorde de soja.“Os produtores não devem se apressar. É importante aguardar as condições ideais de umidade para começar o plantio. É preciso também dar atenção especial às pragas, especialmente à helicoverpa. Olhando para fora da porteira, temos que ficar atentos ao mercado. Esta é uma safra de incertezas, pois o caos da infraestrutura e da logística certamente vai nos afetar. Mesmo que sejamos eficientes nas lavouras, estes outros gargalos, que dependem dos governos estadual e federal, ainda são pontos que atrapalham para nossa competitividade”, frisou.


De acordo com último boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a área total semeada em Mato Grosso chegava próximo de 1,4%, sendo a região Oeste a mais adiantada, com 4,8% da área total semeada.

Nesta quarta-feira (09.10), o IBGE apontou o Mato Grosso como maior produtor nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas, totalizando 24,6% da safra nacional, que indicou produção da ordem de 187 milhões de toneladas. 

Você também pode conferir a coluna desta semana de Carlos Fávaro
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink