Aprosoja/MT recomenda não aderir ao Funrural com vetos

DÍVIDAS

Aprosoja/MT recomenda não aderir ao Funrural com vetos

Caso os vetos do presidente Michel Temer não sejam derrubados no Congresso
Por: -Leonardo Gottems
463 acessos

A Aprosoja/MT (Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso) está recomendando seus produtores afiliados a não aderirem ao chamado “Programa de Regularização Tributária Rural” (PRR), caso os vetos do presidente Michel Temer não sejam derrubados no Congresso. A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado vai realizar audiência pública no próximo dia 20 de fevereiro para discutir os pontos polêmicos com especialistas e representantes do setor produtivo.

Leia na íntegra:

Considerando que, a Lei nº 13.606/2018 que Institui o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR), mais conhecido como Refis do Funrural, foi aprovada com vetos, principalmente em relação ao desconto de 100% das multas de mora e de ofício e dos encargos legais, incluídos os honorários advocatícios;
 
Considerando que, os vetos pelo Presidente da República descumpriram um acordo que havia com a Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA para que o projeto de lei fosse aprovado sem vetos;
 
Considerando que, ao aderir ao PRR, o agricultor renuncia a todo e qualquer direito adquirido com as decisões já proferidas em processos que decidiram pela inconstitucionalidade do Funrural, confessando, assim, de forma irrevogável e irretratável, o débito consolidado com multas, juros e encargos legais, incluídos os honorários advocatícios;
 
Considerando que, se os vetos forem mantidos, principalmente o que diz respeito ao desconto de 100% das multas de mora e de ofício e dos encargos legais, incluídos os honorários advocatícios, o passivo do agricultor se tornará inviável para pagamento;
 
Caso os vetos da Lei nº 13.606/2018 não sejam derrubados pelo Congresso Nacional, e conforme decisão unânime tomada pela Comissão de Política Agrícola da Aprosoja/MT em reunião do dia 07/02/2018, a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso – Aprosoja/MT, RECOMENDA QUE O AGRICULTOR NÃO FAÇA ADESÃO AO PRR (REFIS DO FUNRURAL).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink