Aprosoja promove Expedição Soja Brasil que passará por sete municípios de Rondônia

Produtividade

Aprosoja promove Expedição Soja Brasil que passará por sete municípios de Rondônia

Solenidade ocorreu na manhã deste terça-feira
Por:
48 acessos

A abertura da 1ª Expedição Soja Brasil em Rondônia promovida pela Aprosoja Brasil, Aprosoja Rondônia e Canal Rural com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) foi realizada na manhã desta terça-feira, 21 no Porto Público de Porto Velho

Durante a solenidade o secretário da Seagri, Evandro Padovani falou sobre a crescente demanda mundial por alimento. “A medida que cresce a necessidade de consumo de grãos, pelo próprio crescimento da população dos países, aumenta a necessidade de investir na cadeia produtiva. Rondônia tem muito espaço para produzir para atender essa demanda, é uma das regiões que tem a maior produtividade por hectares do país e tem também estrutura logística para escoar essa produção. Os fatores favoráveis são grandes oportunidades para empresários e produtores do setor que visam fazer parte desse avanço”, afirmou.

Marcos da Rosa, presidente da Aprosoja Brasil, reforçou o espírito de coletividade entre os produtores para contribuir com o desenvolvimento do país. “Tudo o que fazemos na associação, que não tem fins lucrativos, é por amor à camisa. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios do entorno de áreas produtoras de grãos sobem consideravelmente, há regiões que chegam a 80%. Isso representa o quanto o setor produtor permite a economia girar no meio que está inserido”, assegurou. Para ele, Rondônia é um estado diferenciado dos demais, uma vez que tem ¼ do tamanho do Mato Grosso e produz, além de soja, outras culturas como café de altíssima qualidade, cacau, como também leite e peixe com cerca de 80 milhões de toneladas/ano. “É um estado que tem chamado a atenção pela qualidade das terras e confirma que Rondônia é a nova fronteira agrícola do país”, exclamou.

O presidente da Aprosoja Rondônia, Juca Mazutti, agradeceu a participação dos agricultores na realização da expedição que passará por sete municípios. “Sairemos de Porto Velho e passaremos em Ariquemes, São Miguel do Guaporé, Rolim de Moura, Chupinguaia, Cerejeiras e Vilhena, regiões que concentram pelo menos 3 milhões de hectares de pastagens degradas, que podem virar lavouras e atenderão essa fatia do mercado internacional”, considerou.

Participaram da solenidade: o presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antônio Galvan; diretor presidente da Emater, Francisco Mendes; diretor presidente do Porto Público, Leudo Buriti; secretário chefe da Casa Civil, Emerson Castro; presidente da Faperon, Hélio Dias; vice-presidente da Faperon, Roberto Emanuel; deputado estadual, Edson Martins; primeiro suplente do senador Valdir Raupp; presidente da APRO, Adélio Barofald e superintendente federal da agricultura, Valterlins Calaça.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink