Produtividade

Aprosoja promove Expedição Soja Brasil que passará por sete municípios de Rondônia

Solenidade ocorreu na manhã deste terça-feira
Por: -Rafaela Schuindt
45 acessos

A abertura da 1ª Expedição Soja Brasil em Rondônia promovida pela Aprosoja Brasil, Aprosoja Rondônia e Canal Rural com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) foi realizada na manhã desta terça-feira, 21 no Porto Público de Porto Velho

Durante a solenidade o secretário da Seagri, Evandro Padovani falou sobre a crescente demanda mundial por alimento. “A medida que cresce a necessidade de consumo de grãos, pelo próprio crescimento da população dos países, aumenta a necessidade de investir na cadeia produtiva. Rondônia tem muito espaço para produzir para atender essa demanda, é uma das regiões que tem a maior produtividade por hectares do país e tem também estrutura logística para escoar essa produção. Os fatores favoráveis são grandes oportunidades para empresários e produtores do setor que visam fazer parte desse avanço”, afirmou.

Marcos da Rosa, presidente da Aprosoja Brasil, reforçou o espírito de coletividade entre os produtores para contribuir com o desenvolvimento do país. “Tudo o que fazemos na associação, que não tem fins lucrativos, é por amor à camisa. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios do entorno de áreas produtoras de grãos sobem consideravelmente, há regiões que chegam a 80%. Isso representa o quanto o setor produtor permite a economia girar no meio que está inserido”, assegurou. Para ele, Rondônia é um estado diferenciado dos demais, uma vez que tem ¼ do tamanho do Mato Grosso e produz, além de soja, outras culturas como café de altíssima qualidade, cacau, como também leite e peixe com cerca de 80 milhões de toneladas/ano. “É um estado que tem chamado a atenção pela qualidade das terras e confirma que Rondônia é a nova fronteira agrícola do país”, exclamou.

O presidente da Aprosoja Rondônia, Juca Mazutti, agradeceu a participação dos agricultores na realização da expedição que passará por sete municípios. “Sairemos de Porto Velho e passaremos em Ariquemes, São Miguel do Guaporé, Rolim de Moura, Chupinguaia, Cerejeiras e Vilhena, regiões que concentram pelo menos 3 milhões de hectares de pastagens degradas, que podem virar lavouras e atenderão essa fatia do mercado internacional”, considerou.

Participaram da solenidade: o presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antônio Galvan; diretor presidente da Emater, Francisco Mendes; diretor presidente do Porto Público, Leudo Buriti; secretário chefe da Casa Civil, Emerson Castro; presidente da Faperon, Hélio Dias; vice-presidente da Faperon, Roberto Emanuel; deputado estadual, Edson Martins; primeiro suplente do senador Valdir Raupp; presidente da APRO, Adélio Barofald e superintendente federal da agricultura, Valterlins Calaça.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink