Aprovado plano de recuperação judicial do Mataboi
CI
Agronegócio

Aprovado plano de recuperação judicial do Mataboi

A proposta de pagamento foi aceita em assembleia geral realizada no município de Araguari (MG)
Foi aprovado na terça-feira (13-12) o plano de recuperação judicial do frigorífico Mataboi. A proposta de pagamento foi aceita em assembleia geral realizada no município de Araguari (MG), que registrou um quórum de 3.216 credores, sendo 2.452 pessoas da classe trabalhista, 6 da garantia real e 758 de quirografários, na qual se enquadram os pecuaristas.


De acordo com o presidente do sindicato rural de Poxoréu, José Jorge Sobrinho, que participou da assembleia, a dívida da empresa é de R$ 236,9 milhões, sendo R$ 20 milhões só com os produtores da região de Rondonópolis e cerca de R$ 2 milhões à 12 pecuaristas de seu município. Segundo ele, a aprovação do plano foi bastante comemorada pelo setor. "Esse acordo era o que aguardávamos. Os produtores sempre estiveram flexíveis às propostas, pois queríamos uma certeza do recebimento. Com essa decisão esperamos que o frigorífico cumpra a proposta no prazo estipulado".


A previsão é de que os valores comecem a ser efetuados já no próximo ano. O pagamento será feito em parcelas trimestrais e deverá ter início em 90 dias, após homologação da ata.

Os pecuaristas serão os primeiros a receber. Em 2012 receberão os credores com até R$ 25 mil em créditos. Já no segundo ano, é a vez dos credores que tem até R$ 60 mil a receberem. No terceiro ano, os credores com valores até R$ 90 mil. E, no quarto, os demais.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.