Argentina amplia lista de defensivos para minor crops

REGISTRO

Argentina amplia lista de defensivos para minor crops

Com extensão do uso de produtos já registrados para o controle de pragas
Por: -Leonardo Gottems
312 acessos

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Alimentar (Senasa) da Argentina ampliou a lista de agroquímicos voltados para as ‘minor crops’. A Resolução 829/2018 estabelece a extensão do uso de produtos já registrados para o controle de pragas nessas culturas de menor interesse econômico, tais como frutas e hortaliças. 

O objetivo dessa ampliação, explica o órgão do governo argentino, é reduzir os problemas enfrentados pelos produtores, que acabam não encontrando facilmente produtos fitossanitários autorizados e acabam recorrendo a agroquímicos destinados a outras culturas ou mesmo ilegais. A Resolução 829/2018 do Senasa lista quais produtos são atualmente usados nas principais culturas e podem ser aplicados nas minor crops.

A legislação, assinada pelo presidente do Senasa, Ricardo Negri, e publicado no Diário Oficial no mês de Novembro, estabelece também os procedimentos que uma empresa deve realizar para solicitar a extensão da bula do agroquímico já registrado no país. Outro objetivo da lista é estabelecer os LMR – os Limites Máximos de Resíduos para esses pesticidas nas minor crops.

Entre essas culturas menores estão frutas cítricas, pomáceas, frutas de caroço, frutas vermelhas e outras frutas pequenas, frutas subtropicais variadas, legumes, crucíferas, frutos de hortícolas, cucurbitáceas, raízes, flores, cereais e pseudocereais (sementes com amido que não pertencem a classe dos cereais e não contém glúten, como o amaranto e a quinoa), nozes, frutos secos, oleaginosas, ervas aromáticas e chás.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink