Argentina aprovou 7 traços biotecnológicos em 2018

MUNDO

Argentina aprovou 7 traços biotecnológicos em 2018

Eventos incluem plantas e animais
Por: -Leonardo Gottems
133 acessos

O governo da Argentina estabeleceu um novo recorde de sete aprovações biotecnológicas em 2018, após um nível baixo em 2017. De acordo com um relatório realizado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) o país continua sendo o terceiro maior produtor de culturas biotecnológicas do mundo, depois dos Estados Unidos e do Brasil, produzindo 12% do total de culturas geneticamente modificadas (OGMs) em uma área estimada de 25 milhões de hectares. 

“Entre os eventos aprovados em 2018, há um evento de cártamo - a Argentina é o primeiro país do mundo a aprovar um traço de cártamo - uma alfafa, uma batata e vários eventos de soja e milho. A aprovação dos traços OGM pela China continua sendo uma das principais prioridades para o comércio exterior argentino, já que a China é um dos mercados de exportação mais importantes para os produtos agrícolas derivados da biotecnologia na Argentina”, diz o texto. 

Além disso, o Ministério da Agricultura da Argentina atualizou recentemente o regulamento aplicável à biotecnologia animal, a fim de enquadrar os novos avanços técnicos que estão ocorrendo nesse campo. Várias avaliações estão em andamento, embora as informações não possam ser relatadas, pois estão em um estágio de confidencia. 

“A Argentina é ativa no desenvolvimento de animais geneticamente modificados para a produção de produtos farmacêuticos, mas não aprovou nenhum animal geneticamente modificado para consumo de alimentos. Durante 2017, o Ministério da Agricultura recebeu pedidos de avaliação de animais transgênicos com foco na melhoria da produção”, completa. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink