Argentina elimina citros para combater greening
CI
Imagem: Pixabay
MEDIDAS

Argentina elimina citros para combater greening

Medida é para evitar a infestação pela doença, considerada a maior vilã da cultura
Por: -Eliza Maliszewski

Depois de uma denúncia o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (SENASA), do gverno da Argentina, foi até uma propriedade rural na província de Corrientes, onde encontrou exemplares de citrus produzidas a céu aberto em um viveiro.

O cultivo nesses moldes infringe a legislação do país que regulamenta o setor. Dada a gravidade da situação, o Senasa obrigou o produtor a destruir todas as plantas.

Foram eliminados 540 pés de laranja e 8.400 estruturas para enxertia de citros. A medida é a principal forma de prevenção do greening, doença considerada uma das piores na cultura no mundo e que não tem cura.

O Senasa orienta que, na Argentina, é proibida a entrada de material vegetal sem autorização e que não se pode transferir material de propagação de citros e frutas frescas sem autorização prévia. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink