Argentina pode desbancar Brasil como 2º maior exportador de milho

Agronegócio

Argentina pode desbancar Brasil como 2º maior exportador de milho

Safra pode chegar a recorde de 40 milhões de toneladas
Por: -Leonardo Gottems
1838 acessos

Com uma política de forte incentivo à agricultura implementada pelo governo Macri, a Argentina projeta colher um recorde de 40 milhões de toneladas de milho. O resultado transformaria o país vizinho no segundo maior exportador do cereal no mundo – desbancando o Brasil.

De acordo com o Inta (Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária), os produtores voltaram a investir no milho após o fim das retenções (imposto sobre exportações) e de outros entraves econômicos e burocráticos. O órgão prevê a expansão do cereal como resultado de um aumento de 30% na área cultivada.

Juan Pablo Ioele, técnico do Inta em Córdoba, afirma que é “esperada uma boa temporada 2016/2017 no milho, uma cultura que ganha terreno e oferece uma excelente margem bruta, especialmente em campo próprio. Se as contas continuarem como estimam os especialistas, teremos uma colheita histórica e recorde”.

Ioele explica que o retorno com força do milho também passa pelo fato de que o produtor deixou de encarar o cereal como “um cultivo caro”. Segundo ele há um cenário favorável, que inclui um bom pacote tecnológico disponível, boa umidade de solo e demanda interna crescente, devido ao incremento constante no consumo das cadeias de suíno e aves.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink