Argentinos querem intensificar intercâmbio com cooperativas brasileiras

Agronegócio

Argentinos querem intensificar intercâmbio com cooperativas brasileiras

Os argentinos conheceram sistemas distintos de operações conjuntas e demonstraram satisfação de saber como opera a Fecoagro e suas cooperativas
Por:
936 acessos
Conhecer o sistema de funcionamento e operações conjuntas das cooperativas brasileiras inteirar-se dos programas governamentais de apoio ao cooperativismo, e implementar programas de intercâmbios entre cooperativas brasileiras e argentinas, foram os objetivos da viagem que um grupo de dirigentes de cooperativas daquele país, acompanhados de representantes do governo da Província de La Pampa empreenderam na semana passada no sul do Brasil.
Liderados pelo Denacoop do Ministério da Agricultura do Brasil e pelo Ministério da Produção de La Pampa-Argentina, os cooperativistas estiveram em SP conhecendo a CCAB, um consórcio de cooperativas do Centro-Oeste que foi transformado em Sociedade Anônima; no Paraná conhecendo o sistema de funcionamento da mais nova Central de Cooperativas, a Coonagro, e na Fecoagro em São Francisco do Sul, onde conheceram a indústria de fertilizantes das cooperativas catarinenses e o sistema de integração e operação integrada dessa Federação.
 
Os argentinos conheceram sistemas distintos de operações conjuntas e demonstraram satisfação de saber como opera a Fecoagro e suas cooperativas. Não se negaram em afirmar que na Argentina é bastante difícil unir as cooperativas para trabalharem integradas e para isso vieram conhecer os modelos já existentes e de sucesso no Brasil, para adotar no seu país. Manifestaram interesse em estimular intercâmbios entre as cooperativas dos dois países, e se possível ate na área de comercialização dos produtos. Na Unidade da Fecoagro de SFS além da exposição do seu funcionamento, o presidente Luiz Vicente Suzin na qualidade de vice-presidente da Ocesc resumiu os números do sistema cooperativo de nosso estado.
 
O presidente da Frencoop Estadual, deputado Moacir Sopelsa, e o presidente da Cidasc, Enori Barbieri, que representou o secretário João Rodrigues também participaram do encontro em SFS e ressaltaram aos visitantes a importância que o cooperativismo de SC tem para a agropecuária e a economia estadual. O presidente da Cidasc disse que ficou surpreso com a estrutura que a Fecoagro mantém na unidade de fertilizantes de São Francisco do Sul.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink