Armazenadores de grãos precisam de certificação para atuarem com Conab
CI
Agronegócio

Armazenadores de grãos precisam de certificação para atuarem com Conab

Um dos requisitos é ter sistema de exaustão perfeito
Por:
Desde o início de abril deste ano, as unidades armazenadoras de grãos que não estiverem certificadas ficam impedidas de prestar serviços de armazenagem de estoques governamentais ou receber produtos de operações realizadas pela (Conab). De acordo com a área de armazenagem da Companhia, o número de unidades nesta situação representa cerca de um milhão de toneladas da capacidade estática credenciada. Para colocar este novo ordenamendo foram inclusive treinados vários técnicos da empresa governamental. O presidente da Associação Brasileira de pós Colheita, Abrapós, e também pesquisador da Embrapa Soja, Irineu Lorini, disse recentemente, que já neste ano, 2013, 15% do total das unidades precisam estar certificadas.
 
O diretor técnico da Agrocult, empresa consultora do Sistema de Exaustão Cycloar no centro, no norte e nordeste do País, Adriano Mallet, afirma por sua vez, que toda unidade armazenadora, cuja construção ou ampliação se iniciar a partir da publicação no DOU da IN n.º 41/2010 de 15/12/2010, deve possuir sistema de exaustão de ar, natural ou mecânico. Ele afirma que o Sistema de Exaustão que tem fornecido o melhor resultado é o Cycloar. De forma natural, ele proporciona a eliminação de problemas como amarelamento e os ardidos dos grãos, deterioração, mofo e insetos, e ainda existe o problema da “suadeira” do silo que ocorre tanto na camada superior da massa de grãos quanto na lateral do silo. Mallet reforça que lanternins e chapéus chinêses não podem ser considerados como exaustores.

Com este Sistema os agricultores além de obterem melhor qualidade do grão armazenado, reduzem os custos de armazenamento, obtendo lucros extras, através da economia de energia elétrica, uniformidade de umidade na massa de grãos e eliminação de odores, antes não dimensionados, afirma o diretor da Agrocult, acrescentando que é uma tecnologia simples e que se paga já no primeiro ano de instalação. Na busca de reduzir as perdas, melhorar a qualidade do grão e se enquadrar na IN 29, empresas com ADM do Brasil, Multigrain S.A., Grupo Bom Futuro (Iraí Maggi), Copamil (Irai de Minas-MG), e muitas outras, já instalaram o Sistema Cycloar e, segundo seus depoimentos, estão usufruindo de maior lucratividade via melhoria da qualidade dos grãos e redução das perdas. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.