Armazéns são insuficientes
CI
Agronegócio

Armazéns são insuficientes

Capacidade de estocagem da safra do MT está 12% inferior ao volume produzido
Por:
Capacidade de estocagem da safra estadual está 12% inferior ao volume produzido nesta temporada

Sem acompanhar o ritmo de incremento da produtividade agrícola de Mato Grosso, o número de armazéns existentes no Estado tem atualmente capacidade estática 12,47% inferior à produção, deixando de atender 3,904 milhões de toneladas de grãos. Para abrigar 31,312 milhões (t) projetadas para a safra 2011/2012 há atualmente 2,128 mil silos cadastrados junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que poderiam armazenar

27,408 milhões de toneladas.

A quantia não inclui ainda o estoque de passagem, estimado em 1 milhão (t) de milho, que ainda está depositado nas unidades. Volume e tempo de permanência dos estoques agrícola nos armazéns têm sido cada vez maiores diante da verticalização da produção. Aumento no número de esmagadoras de grãos, especialmente de soja, tem exigido a manutenção de estoques por mais tempo, explica o gerente de operações da Conab em Mato Grosso, Charles Córdova.

“A indústria precisa de estoque perene, para atender a demanda do ano todo”. Estimativa é que 50% do que é colhido seja mantido nos armazéns para processamento ao longo do ano e o restante é rapidamente escoado, para atender o mercado internacional. Córdova afirma que nos últimos anos houve melhoria e ampliação dos armazéns em Mato Grosso, mas em uma proporção insuficiente para acompanhar o crescimento da safra, ampliada com a melhoria da produtividade nas lavouras.


Para o gerente técnico da Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Luiz Nery Ribas, quando se fala em armazenagem de grãos, o grande problema é o estoque do milho 2ª safra. Antes da colheita, prevista para render cerca de 10 milhões (t) no ciclo 11/12, terão sido colhidas 20 milhões (t) de soja, o que dificulta uma célere retirada dos armazéns. “Por isso, temos incentivado os produtores a investirem na instalação de estruturas nas propriedades, por meio de financiamentos ou condomínios”.

Gerente de operações da Conab informa que nos últimos 3 meses cadastrou novos armazéns que somaram espaço para abrigar mais cerca de 300 mil toneladas. “Para 2012 o governo deve incentivar, inclusive com recursos previstos no Plano Safra, a construção de armazéns”. Córdova acredita que não haverá dificuldades no armazenamento da safra 11/12, principalmente porque o estoque de passagem atual representa um terço do que havia acumulado em 2010. Em Sorriso, o gerente Cipal Indústria e Comércio, Gabriel Bernardt, explica que em geral os meses de janeiro e julho concentram o maior estoque de soja e milho nos armazéns da região, que somam 26 entre multinacionais e armazéns gerais, excluindo aqueles localizados nas propriedades rurais.  “Acredito que em 2012 não haverá problema de armazenagem, porque o município já tem uma capacidade de armazenagem suficiente para atender a produção”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.