Aroma é forte tendência no mercado de carnes
CI
Imagem: Pixbay
OPINIÃO DE ESPECIALISTA

Aroma é forte tendência no mercado de carnes

“Os aromas são amplamente utilizados na indústria cárnea para inúmeras finalidades"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com Alexandre Matos, que é formado em engenharia química pela Universidade Oswaldo Cruz, o aroma será uma forte tendência no mercado de carnes. Ele escreveu um artigo que foi publicado no portal especializado da CarneTec Brasil. 

“Os aromas são amplamente utilizados na indústria cárnea para inúmeras finalidades. A primeira delas é aumentar a diversidade das linhas de produtos, já que a condimentação atual conhecida pelo brasileiro é tradicional e, para isto, os aromas podem servir como um diferenciador na saborização de produtos cárneos. Os aromas também podem auxiliar a caracterização de um determinado corte de carne específico, como por exemplo, trazer o realce do sabor de picanha em um hambúrguer feito com carne de picanha moída”, comenta. 

Dessa forma, ele explica, os aromas também podem remeter a um método de preparo específico, como grelhado, cozido ou frito. “Processos como defumação ou fermentação são longos e podem ter efeitos sensoriais potencializados pelo aroma. Também vale lembrar a possibilidade da retirada de ingredientes alergênicos de um produto, com a substituição por aromas, sem promover diferenças sensoriais significativas”, completa. 

“Durante o processamento, os alimentos passam por modificações, apresentando muitas vezes perdas de sabor, e os aromas são essenciais nesta reposição. Eles podem proporcionar experiências mais completas e a padronização dos sabores. Além disso, com o seu uso, existe a possibilidade de maior diversidade de sabores, visto que é possível desenvolver uma ampla variedade de notas sensoriais a partir de um único aroma tornando-o, por exemplo, mais fresco, maduro, com notas de alguma geleia, mais ou menos verde, amargo, floral, tostado, cozido, entre outros. São inúmeras as possibilidades de sabores que podemos criar quando pensamos em aromatizantes”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink