Arroz: redução de empregos chega a 2,46 mil em dez anos
CI
Alerta

Arroz: redução de empregos chega a 2,46 mil em dez anos

Entre os principais fatores estariam a substituição por lavouras de soja
Por: -Eliza Maliszewski

O setor orizícola gaúcho está preocupado com o crescente número de desempregados no campo de arroz.  Na safra 2018/2019 a produção teve redução de 1,2 milhão de toneladas. Entre os principais fatores estariam a substituição por lavouras de soja. Enquanto o arroz emprega um funcionário para cada 50 hectares, a soja contrata um funcionário para cada 200 hectares. A lavoura de arroz emprega quatro vezes mais e, nas suas operações de vendas internas, contribui com impostos para o Rio Grande do Sul, enquanto que a soja segue em sua maioria para exportação.

De acordo com a Federraroz os impactos negativos são mais visíveis na Metade Sul do Rio Grande do Sul, embora mais de 140 municípios tenham a economia baseada na lavoura do arroz. “Nós já temos mais de 300 mil hectares de soja na Metade Sul, de uma área de um milhão de hectares de arroz. É muito”, desabafou o presente da entidade Alexandre Velho.

O Rio Grande do Sul produz 70% do grão nacional. Entre 2009 e 2019 a lavoura do grão encolheu a participação em 123 mil hectares de plantio no Estado. Com esta redução, foram reduzidos 2,46 mil empregos. 

Para tentar reverter os dados o setor defende a redução temporária de ICMS, a modernização do porto de Rio Grande, regras transparentes em relação ao Mercosul e mais recursos para o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga).
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.