Arroz “seco” pode atenuar crise de alimentos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,124 (0,34%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,20%)

Imagem: Pixabay

ALTERNATIVA

Arroz “seco” pode atenuar crise de alimentos

Ele era tratado como erva daninha
Por: -Leonardo Gottems
472 acessos

Uma variedade de arroz de 7.000 anos descoberta na China foi transformada em colheita comercial que pode ser plantada no deserto, com potencial para ajudar a resolver crises alimentares em regiões e países com clima seco.  O arroz seco, também conhecido como arroz de terras altas, atraiu a atenção de alguns países africanos e asiáticos, mesmo durante o período experimental de plantio. 

Alguns países como Cazaquistão, África do Sul, Tanzânia e Zâmbia, enviaram pessoal para visitar os desenvolvedores da planta com o objetivo de introduzir tecnologias de plantio de arroz seco em seus países, disse Peng Guowei, o desenvolvedor, ao Global Times. Como oitavo maior deserto da China, o deserto de Ulan Buh, na região autônoma da Mongólia Interior do norte da China, está em uma área de mais de um milhão de hectares. Em junho, cerca de 347 hectares do deserto foram semeados com arroz seco como campo experimental. 

Diferente do arroz comum que cresce no arrozal, o arroz seco cresce em terra normal e produz arroz com muito menos água necessária. O arroz seco plantado hoje em dia é de uma variedade que existe na China há mais de 7.000 anos, que foi tratada como erva daninha até que Peng, professor de agronomia, o encontrou em uma pilha de ervas daninhas no platô de Loess, na província de Shaanxi, no noroeste da China, em 2011. . 

Depois de melhorar a variedade, combinando melhoramento molecular com melhoramento híbrido, o arroz seco selvagem melhorou muito em sabor e rendimento. Em 2015, Peng iniciou um teste de plantio de arroz seco em um deserto na cidade de Karamay, na região autônoma de Xinjiang Uygur, no noroeste da China. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink