Arroz: Setembro vai encerrando com preços de volta ao patamar do final de julho

Agronegócio

Arroz: Setembro vai encerrando com preços de volta ao patamar do final de julho

Apesar disso, o esforço da Apex­Brasil e Abiarroz está mantido
Por:
1624 acessos

Apesar disso, o esforço da Apex­Brasil e Abiarroz está mantido

As cotações do arroz gaúcho se mantêm com desempenho levemente negativo ao longo de setembro, com mínimas oscilações, praticamente repetindo a performance de agosto. Isso levou as cotações de volta aos referênciais do final de julho. Até esta quarta­feira, dia 28 de setembro, o indicador registra preço médio de R$ 49,54 por saca de 50 quilos (58x10) à vista, no Rio Grande do Sul, fechando oito dias de operação abaixo dos R$ 50,00 e acumulando retração de 1,65%.

Um dia antes a situação era ainda pior, com cotação média de R$ 49,45, nove centavos abaixo. Em dólar, pelo câmbio desta quarta, a saca de arroz equivale a US$ 15,36. Os últimos dias têm sido marcados pelos produtores mais concentrados em suas operações de preparo final dos solos e semeadura e em busca da viabilidade do plantio.

As indústrias, por sua vez, seguem retraídas, apostando no aumento de oferta dos produtores que ainda dispõem do cereal por conta dos dois vencimentos de parcelas no mês que vem. A movimentação de importação continua aquecida e os preços em dólar seguem dificultando a competitividade brasileira no exterior.

Apesar disso, o esforço da Apex­Brasil e Abiarroz está mantido e empresas nacionais de arroz estão na Agroalimentária, no Peru, principal feira de alimentos da América Latina, apresentando o projeto Brazilian Rice. Os peruanos são os principais consumidores de arroz per capita nas Américas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink