Arrozeiros querem manter leilões

Agronegócio

Arrozeiros querem manter leilões

Os arrozeiros querem que seja mantido o saldo remanescente de R$ 100 milhões do total previsto
Por:
243 acessos

O presidente da Federarroz, Renato Rocha, embarcou no final da tarde de ontem para Brasília, onde reúne-se hoje com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Ele está preocupado com a queda de preços do arroz no mercado e o comprometimento da rentabilidade dos produtores, fundamentais para atender aos compromissos em aberto da safra 2008/2009 (custeio, investimento, EGF, Pesa, securitização e dívidas já alongadas). A audiência foi solicitada por meio do deputado Luis Carlos Heinze, que também participará do encontro, em horário ainda a ser confirmado.

Os arrozeiros querem que seja mantido o saldo remanescente de R$ 100 milhões do total previsto e orçado anteriormente para a realização de leilões de opções de arroz. Ainda pleiteiam que os leilões sejam quinzenais, com volume de 50 mil toneladas e vencimento em 1º de novembro de 2009. Rocha vai solicitar antecipação de opções para setembro e liberação de R$ 50 milhões para realização de leilões de Prêmio de Risco de Opção Privada (Prop).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink