Arrozeiros querem urgência na definição sobre comercialização

Agronegócio

Arrozeiros querem urgência na definição sobre comercialização

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) pretende se encontrar na próxima semana com o ministro da Agricultura, para tratar da liberação de recursos
Por:
1040 acessos
O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) pretende se encontrar na próxima semana com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, para tratar da liberação de recursos para a comercialização do arroz da safra 2009/10. Nesta quinta-feira (6), o parlamentar gaúcho solicitou audiência com Rossi para cobrar o anúncio das medidas prometidas para a primeira semana de janeiro.

O deputado defende a manutenção dos pregões do Prêmio para Escoamento de Produto – PEP - no valor de R$ 50 milhões e a suplementação do prêmio em 60%. “Para tornar o programa atrativo, é necessário que o valor passe dos R$ 3,80 para R$ 6 por saca”, afirma.

Outro pleito do setor, que Heinze pretende entregar ao ministro, envolve o repasse de R$ 50 milhões para leilões do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural - Pepro – e R$ 100 milhões para Aquisições do Governo Federal – AGF. “Esses mecanismos vão garantir ao produtor, pelo menos, o preço mínimo do produto além de balizar o mercado para a próxima safra que começa a ser colhida em março”, garante.

As informações são da assessoria de imprensa do deputado federal Luis Carlos Heinze.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink