Associação sugere criação de fundo para soja em Mato Grosso

Agronegócio

Associação sugere criação de fundo para soja em Mato Grosso

Se tivesse sido efetivado neste ano, o fundo seria constituído por R$ 5,8 milhões
Por:
4 acessos

A diretoria da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja-MT) sugeriu ao governador Blairo Maggi, em reunião nesta quarta-feira (30.03), a criação de um fundo de apoio à cultura do grão. O recurso de financiamento do segmento seria composto por uma parte da arrecadação da cultura ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), na proporção de um real por hectare. Se tivesse sido efetivado neste ano, o fundo seria constituído por R$ 5,8 milhões.

Os recursos, segundo o presidente da associação e ex-governador, Rogério Salles, seriam aplicados em estudos e pesquisas para melhoramento da soja e na divulgação do produto e sua importância, por exemplo. A estratégia, lembra, é importante para conceder estabilidade do setor produtivo que colabora de forma significativa para a economia estadual. A criação do fundo depende da aprovação de projeto de lei na Assembléia Legislativa, em mensagem de autoria do Governo. O governador vai estudar a viabilidade da proposta, segundo o presidente da Aprosoja.

Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agrícola (Imea), em termos do investimento para custeio da atual safra, indicam que a soja movimentou cerca de R$ 15 bilhões no Estado. Informações da Secretaria de Infra-estrutura (Sinfra) mostram que, em março, o transporte da soja representou arrecadação de R$ 12,2 milhões. A contribuição do grão ao Fethab é de R$ 4,67 por tonelada movimentada.

"Nós fizemos a apresentação formal da diretoria da associação ao governador e nos colocamos como parceiros do governo para definir a estabilidade a médio e longo prazo da soja. Precisamos sintonizar nossas ações", comentou Salles.

Atualmente, afirma, conforme aprovação em assembléia pelos produtores, o dinheiro para manter a instituição vem da colaboração de R$ 1,00 por hectare da área plantada de cada sojicultor. Com essa referência, a diretoria prevê arrecadar para a associação neste ano R$ 5,8 milhões diretamente dos negócios dos produtores.

Atualmente, a Aprosoja-MT conta com 850 produtores associados para uma base total de 7 mil proprietários. A sede da instituição funciona na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato). O presidente estima que o setor produza na safra corrente em torno de 17 milhões de toneladas. A associação foi articulada desde outubro do ano passado a partir da necessidade de auxílio mútuo identificado pelos produtores e operacionalmente foi institucionalizada com 15 reuniões em diferentes regiões produtoras de Mato Grosso.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink