Atividades de Capacitação Pesquisador Visitante são apresentados na Embrapa Amapá

Agronegócio

Atividades de Capacitação Pesquisador Visitante são apresentados na Embrapa Amapá

Objetivo da capacitação inclui apontar a vulnerabilidade dos serviços ecossistêmicos de provisão de água
Por:
571 acessos

Depois de um ano integrada ao Programa de Capacitação Pesquisador Visitante em uma instituição da França, a pesquisadora Eleneide Doff Sotta retornou às atividades na Embrapa Amapá e nesta segunda-feira, 21/11, apresenta os resultados da imersão nos estudos voltados para avaliação da vulnerabilidade dos serviços ecossistêmicos aos impactos das mudanças climáticas e às mudanças do uso e cobertura da terra visando a criação de medidas de adaptação no Estado do Amapá. A apresentação inicia às 16 horas, no Auditório Marabaixo da Embrapa Amapá, em Macapá (AP).  

De acordo com o relatório da pesquisadora, o objetivo principal da capacitação foi criar cenário futuros que considere a vulnerabilidade dos serviços ecossistêmicos de provisão de água, conservação do solo e estoque de carbono às mudanças climáticas e do uso e cobertura da terra, como subsídio ao ordenamento territorial e a criação de medidas de adaptação no Estado do Amapá.

O progresso técnico-científico alcançado foi a metodologia de classificação automática da cobertura da terra de forma unificada para o Amapá e a Guiana Francesa baseada no conhecimento de especialistas. Os benefícios gerados a partir da Capacitação Pesquisador Visitante estão em três frentes. Contribui para ampliar a rede de pesquisas na área de geotecnologia e utilização sustentável dos recursos naturais; para consolidar o conhecimento em geotecnologias de ponta as quais poderão ser aplicadas em diversos projetos da Embrapa; e o desenvolvimento de metodologia de classificação automática da cobertura do solo com base na geomorfologia.

"A capacitação foi realizada com sucesso. Apesar de o plano de trabalho ter sido cumprido parcialmente, foram realizadas diversas atividades, como a continuidade de projetos em andamento e publicações em colaboração com parceiros internacionais, que não constavam no plano inicial de trabalho e que foram importantes para a obtenção de resultados para a Embrapa", considera a pesquisadora.

Entre as atividades desenvolvidas no período de capacitação na França, estão o estabelecimento de cooperações com instituições de pesquisa francesas como IRD, Cirad, entre outros; publicações submetidas e outras em elaboração, originadas de trabalhos vinculados aos projetos REDD+Flota, Robin, TmFO, Guiamaflor e OSEGuyamapa, além de orientação de acadêmicos brasileiros e franceses em programas de pós-graduação.

Também houve participação em eventos técnico-científicos como o DOCTORAILE 2016, Spatial Accuracy 2016, ScenNet 2016, EcoSummit 2016 - Ecological  Sustainability, todos realizado na França. Logo depois da apresentação da pesquisadora, a mestre Milena Leal Costa, que desenvolveu sua pesquisa em parceria com a Embrapa Amapá, vai apresentar uma síntese da dissertação, intitulada "Valoração econômica do serviço ambiental de provisão de água de qualidade na bacia do rio Cassiporé, no Estado do Amapá". 

Foto: Dulcivânia Freitas


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink