Audiência pública Blairo Maggi destaca prioridades do Mapa no Senado

Agronegócio

Audiência pública Blairo Maggi destaca prioridades do Mapa no Senado

Aumento das exportações e desburocratização são as principais metas, diz ministro
Por:
2013 acessos

Durante mais de três horas, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) apresentou as prioridades da pasta à Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado  A desburocratização e a ampliação do mercado externo foram os principais pontos destacados pelo ministro.

Maggi também falou sobre a proposta de taxação das exportações agrícolas para o financiamento da Previdência Social. Ele manifestou surpresa com as informações veiculadas pela imprensa. “Nós tivemos uma reunião com o presidente Michel Temer e a equipe econômica e esse assunto não foi tratado.”

O ministro adiantou que será contra a proposta, que considera “um abraço de afogado”. “Vou lutar até o final, mas, se o presidente Temer disser que é uma decisão de governo, não tem mais o que fazer”. Os produtores, na avaliação de Maggi, terão perdas financeiras e de competitividade.

Blairo Maggi anunciou ainda que está analisando uma proposta de revisão dos juros para o financiamento de investimentos agrícolas. Atualmente, os juros praticados se encontram na ordem de 10%. Para uma inflação de 8%, como está sendo registrada hoje, esse percentual não é elevado. No entanto, como os empréstimos para financiamento são de longo prazo, a queda da inflação pode gerar juros reais elevados para o produtor.

“Estamos estudando com o Ministério do Planejamento a possibilidade de criarmos uma escala móvel para baixo, que seria a inflação e mais um percentual qualquer”, comentou o ministro. Essa proposta ainda não está concluída, mas já foi discutida com a equipe econômica durante a reunião realizada nessa quarta-feira (22) com o presidente Michel Temer.
O ministro também tratou da venda de terras para estrangeiros, defendendo a proposta com restrições para as culturas anuais.

Com relação ao aumento das vendas para o exterior, o ministro anunciou viagens para o Canadá, Estados Unidos, norte da China, Malásia, Coreia do Sul, Vietnã e Índia, entre outros.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink