Agronegócio

Audiência sobre aumento do preço da erva-mate será em 15 de outubro

A reunião tem o propósito de discutir a proposta de isenção da alíquota do PIS/COFINS da erva-mate
Por:
1143 acessos
A audiência pública para debater a proposta de isenção da alíquota do PIS/COFINS da erva-mate, devido ao aumento em 100% no preço e a iminente escassez do produto nas gôndolas dos supermercados, será no próximo dia 15, às 14h30, no Plenário 6, na Câmara dos Deputados.


A reunião foi proposta pelo coordenador da Bancada Gaúcha, deputado federal Alceu Moreira (PMDB/RS), que justifica que o setor emprega mais de 13 mil pequenos produtores em 267 municípios do Rio Grande do Sul e enfrenta uma crise tanto no aumento do preço como na redução das áreas plantadas. "Foram cerca de dez mil hectares de redução de áreas nos últimos anos. Não é apenas uma questão econômica, mas social e cultural", completou Alceu Moreira.


De acordo com dados do Sindimate, o RS responde por 60% da produção nacional da matéria-prima do chimarrão, bebida típica dos gaúchos, com uma média de 260 mil toneladas por ano. Segundo o sindicato, outro problema que assola a produção é o uso das plantas na produção de cosméticos, o que tem contribuído para a diminuição do repasse às indústrias, que são cerca de 200 no estado. A erva-mate também é produzida no Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Paraguai e Argentina.


Convidados

Foram convidados para a reunião representantes dos ministérios da Fazenda, Agricultura, federações de agricultura, de trabalhadores e sindicatos dos estados produtores.
 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink