Ausência de chuva segue prejudicando semeadura da soja no MT
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
CADÊ A CHUVA?

Ausência de chuva segue prejudicando semeadura da soja no MT

O mês de setembro já havia registrado abaixo do esperado
Por: -Aline Merladete

A falta de chuva está prejudicando a evolução da semeadura em Mato Grosso, até a última sexta-feira (02.10),  os trabalhos a campo alcançaram 1,70% das áreas, valor 4,94 p.p. inferior ao registrado no mesmo período da safra 19/20. Conforme o boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA) em setembro foram registrados apenas 7,78 mm de chuva no estado, volume 77,59% menor que a média dos últimos cinco anos.

A consequência da ausência de chuvas pode ser percebida nos dados históricos: desde que o Imea começou seu levantamento de semeadura (safra 08/09), apenas em quatro safras o atraso foi semelhante ou maior que o atual. Os que mais perdem com esta demora são o algodão e o milho (ambos 2ª safra).

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink