Austrália inicia hoje teste de vacina contra gripe

Agronegócio

Austrália inicia hoje teste de vacina contra gripe

Austrália inicia hoje teste de vacina contra gripe Os primeiros testes clínicos em humanos de uma vacina para a gripe suína começaram nesta quarta-feira na Austrália, que lidera assim os esforços internacionais para frear a pandemia do vírus A (H1N1
Por:
276 acessos
Os primeiros testes clínicos em humanos de uma vacina para a gripe suína começaram nesta quarta-feira na Austrália, que lidera assim os esforços internacionais para frear a pandemia do vírus A (H1N1) que deixa 700 mortos, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

A empresa Vaxine, em Adelaide, realiza testes com 300 voluntários, segundo a agência de notícias Associated Press. Já a CSL Biotherapies, com sede em Melbourne, começa um teste com 240 pessoas.

"Nós estamos no hemisfério sul e esse é o problema agora", disse o diretor de pesquisas da Vaxine, Nikolai Petrovsky. "A demanda existia há tempos. Nós estamos no meio de um surto de casos de gripe suína", completou, ressaltando que no inverno, as pessoas ficam mais vulneráveis a este tipo de doença.

Petrovsky afirmou que levará de seis a oito semanas antes dos resultados provarem se a fórmula é efetiva. "Não há garantia de que qualquer destas vacinas funcionará. A gripe suína é uma variação muito peculiar, um vírus diferente. Mas estamos esperançosos", completou.

Em comunicado, a CSL informa que espera poder começar a distribuir em setembro o medicamento contra o vírus A, que atinge 14.703 pessoas no país e causou 41 mortes.

A empresa pagou cerca de 400 dólares australianos (US$ 320) para cada voluntário que se submeter ao tratamento oferecido pelo Hospital Real da cidade de Adelaide.

Primeiro, os integrantes do grupo fizeram um exame de sangue. Em seguida, metade dos participantes dos testes recebeu uma injeção com uma dose da vacina, enquanto o restante tomou duas doses.

Dentro de duas semanas eles passarão por novos exames. No próximo dia 4 de agosto, começam os testes em crianças e jovens, segundo a CSL.

A vacina é similar à já existente para a gripe comum. Ela apenas inclui a cepa da gripe suína.

"Quando se tiver a confirmação de que a vacina não apresenta qualquer perigo e que é eficaz, assegurarei de colocá-la em andamento no país", afirmou o ministro da Saúde, Nicola Roxon.

As autoridades australianas encomendaram 21 milhões de doses de vacina à CSL, quantidade suficiente para cobrir toda a população contra o vírus.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada por um novo tipo de vírus influenza A (H1N1). Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1. (G1, com Efe, France Presse e Associated Press)
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink