Aves são abatidas no MT com suspeita de Newcastle
CI
Agronegócio

Aves são abatidas no MT com suspeita de Newcastle

Aves apresentaram reação positiva para uma proteína da cadeia do vírus
Por:

O Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) do Mato Grosso abateu aves em 4 propriedades em Barra do Bugres com suspeita da doença de Newcastle. O presidente do órgão, Décio Coutinho, informa que o sacrifício dos animais é apenas trabalho de rotina, atendendo ao Plano Nacional de Sanidade Avícola e que não há motivo para alarde.

"É um exame de sorologia comum e rotineiro, o que ocorreu nessas aves foi uma reação positiva para uma proteína que faz parte da cadeia do vírus, mas ela pode estar presente em outras doenças, não só na Newscastle. Porém, como prevenção, os animais são abatidos".

Coutinho não soube informar o número de animais sacrificados até agora alegando não estar na sede do Indea e ainda revela que o abate de aves já ocorreu em outros municípios como Porto Esperidião, Curvelândia e Chapada dos Guimarães, desde o surgimento do foco da doença de Newscastle, em Lambari d"Oeste, no final de outubro de 2006, quando 46 aves foram infectadas pela moléstia.

"Esses abates em Barra do Bugres atendem às solicitações dos proprietários rurais que comunicaram as suspeitas ao Indea, um em novembro, outro em dezembro e 2 no mês passado", comenta. Os donos das aves serão indenizados pelo sacrifício dos animais, entretanto, Décio Coutinho informa não lembrar o montante a ser ressarcido.

A doença de Newcastle é causada por vírus de alta difusão e contágio, causando a morte nas espécies suscetíveis. Os sintomas são andar cambaleante, prostração, diarréia branca e redução do consumo de água e alimentos. Porém, não atige o ser humano.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink