Aviagen anuncia unificação na América Latina
CI
Agronegócio

Aviagen anuncia unificação na América Latina

“Atuaremos do Rio Grande à Patagônia, na área comercial e de serviços técnicos, usando as equipes e as estruturas já existentes”, diz Ivan Lauandos
Por: -Janice

A Aviagen, empresa com 55% de participação no mercado mundial de genética de frangos anunciou a criação de uma empresa unificada para atender a toda América Latina. A unificação está sendo consolidada neste início do 2º semestre. “Atuaremos do Rio Grande à Patagônia, na área comercial e de serviços técnicos, usando as equipes e as estruturas já existentes”, diz Ivan Lauandos, que assume a direção geral da Aviagen América Latina depois de exercer a direção da unidade brasileira desde sua fundação no país. A América Latina é uma das regiões do mundo que está se desenvolvendo com maior rapidez no setor avícola e conta hoje com 21,1% do alojamento mundial de matrizes e aproximadamente 22% da produção de carne de frango de todo o mundo. O Brasil continua sediando a base de negócios da nova empresa, que atua com 59% do mercado regional.

A Aviagen do Brasil já fornecia matrizes para o território nacional, Uruguai, Paraguai e Bolívia. A partir de 2007 expandiu o fornecimento para Venezuela, Colômbia, Chile e Equador. Agora, outros países poderão ser incorporados, dependendo da logística. As equipes já existentes e reforçadas, num total de 465 colaboradores, serão mantidas respeitando as peculiaridades de cada cliente e país, porém com um intercâmbio maior. Ivan Lauandos será o diretor geral e responsável por conduzir a empresa, com o apoio de Ullrich Koehler (Business Manager – América Latina e Caribe), que fica sediado no Chile e assume a responsabilidade integral pelos departamentos de Vendas e Serviços Técnicos em toda a América Latina. Os demais cargos e setores serão mantidos inalterados.

Evolução genética para o maior frango do mercado

“Nos últimos 18 meses, o frango Ross evoluiu muito e podemos afirmar com base em resultados do mercado brasileiro, que ele é hoje o frango de crescimento mais rápido - sendo consequentemente o produto mais pesado”, garante Ivan Lauandos. Ele se apóia nos dados de desempenho que são fornecidos por empresas de todo o país.

Aos sete dias, o produto atinge em média o peso de 185g, ultrapassando os 200 g em alguns casos. Além de rústico, o Ross mantém ainda uma mortalidade muito baixa em todas as fases. Em várias empresas o produto tem mostrado casos de conversão alimentar muito boas, na faixa de 1,67 para um peso ajustado de 2,6 Kg. Em relação à matriz, o alto desempenho do Ross 308 também se confirma: são mais pintinhos por fêmea alojada do que qualquer concorrente no Brasil. Nos TOP 25% são 156 pintinhos por fêmea alojada, com um peso de ovo que garante uma ótima qualidade do pinto.

“O pacote Ross 308 está cada vez melhor, a avicultura brasileira já está se beneficiando muito com isso e temos condições de continuar melhorando o frango, pelo trabalho genético realizado pela empresa, principalmente nas questões de esqueleto e sistema cardiorespiratório”, complementa Ivan Lauandos. Investimentos da ordem de US$ 50 milhões estão sendo anunciados pela Aviagen mundialmente para o ano fiscal 2010/2011, na área de pesquisa e desenvolvimento, para garantir a evolução de seus produtos, principalmente o frango Ross 308.

As informações são da assessoria de imprensa da Aviagen América Latina Ltda.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink