Avicultura busca soluções para chegada do verão

Agronegócio

Avicultura busca soluções para chegada do verão

A chegada do verão também causa preocupações para a avicultura
Por:
2256 acessos
A alta temperatura pode impactar diretamente na produtividade das aves e cuidados devem ser preventivos

A chegada do verão também causa preocupações para a avicultura. A nova estação vem acompanhada, para produtores e indústria, da preocupação com a ambiência dos aviários. Isso porque, com o aumento da temperatura, os resultados de produção podem ficar comprometidos, com perdas no número de aves produzidas devido ao estresse calórico. “Um bom ambiente para as aves alojadas é sinônimo de uma sensação térmica em torno de 21 graus”, explica o responsável pelo departamento de expansão e integração do grupo Frangos Canção, Aguinaldo Bulla. “Sem essa temperatura as aves não atingem o peso ideal para abate no tempo esperado”, salienta.

E para garantir essa temperatura e reduzir os efeitos das mudanças de temperatura nos galpões de criação, os avicultores investem em tecnologia. Uma delas é a placa evaporativa, um sistema instalado nas entradas de ar dos aviários que usa a técnica do resfriamento evaporativo para diminuir a temperatura interna e manter as placas na temperatura ideal. “As placas evaporativas também estabilizam a umidade relativa do aviário e mantém a uniformidade da velocidade do ar desejado”, comenta Bulla.

Um dos diferenciais do uso dessa tecnologia, de acordo com Bulla, é a redução de aproximadamente 1,5% da mortalidade nos aviários. “Sem as placas evaporativas em um alojamento de 31.500 pintinhos, haveria um prejuízo de R$ 1.984,50 por lote (custo ave viva). E se somarmos o fechamento de um ano, com seis lotes, os prejuízos seriam em torno de R$ 11.907,00”, exemplifica. Bulla afirma que essa economia significa em torno de 72% do custo da instalação das placas evaporativas, o que garante o retorno do investimento em um curto prazo de tempo.

Atualmente, dos 62 aviários de frangos de corte de propriedade do grupo Frangos Canção, aproximadamente 30% já utilizam a tecnologia das placas evaporativas. “No sistema de integração, os novos aviários já estão 100% padronizados e os já existentes estão em fase adiantada de implantação das placas”, garante o gerente de expansão. Ele destaca também o custo/benefício dessa tecnologia. “Temos retorno rápido desse capital investido e no final das contas, se for feito um comparativo com outras técnicas, como o “dog house” de tijolos, em quatro lotes no máximo a diferença de capital investido é recuperado”, afirma.
 
As informações são da assessoria de imprensa do Grupo Frangos Canção
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink