Banco do Brasil financiará trator usado

Agronegócio

Banco do Brasil financiará trator usado

A intenção é reanimar os negócios e reduzir os altos estoques nas lojas
Por:
1487 acessos

As concessionárias da marca New Holland acabam de fechar parceria inédita como Banco do Brasil para financiar a compra de tratores usados. A intenção é reanimar os negócios e reduzir os altos estoques nas lojas. As vendas do setor de máquinas agrícolas caíram 30,5% até abril na comparação com o mesmo período do ano passado, para 8,1 mil unidades.

O convênio prevê a criação de linha de financiamento de R$ 15 milhões, para máquinas agrícolas com até 15 anos de idade e equipamentos importados novos. O prazo do programa é 30 de junho de 2006.

Essa é a primeira vez que o Banco do Brasil negocia diretamente com a rede de concessionárias, segundo Rogério Pio Teixeira, gerente executivo de agronegócio da instituição. Até então, os convênios para compra de usados eram fechados entre o BB e as próprias fabricantes, o que "burocratizava" o negócio. "A nova linha vai agilizar todo o processo, já que se baseia no relacionamento direto entre a rede de distribuição e as agências bancárias", explicou Teixeira. O empréstimo de liberação do empréstimo deverá ser reduzido para 30 dias.

Os estoques de tratores New Holland usados já somam R$ 50 milhões nas concessionárias, segundo a associação que reúne os revendedores da marca, a Abraforte. Os tratores e colheitadeiras de segunda mão, de várias marcas, são utilizados como troca na compra de um modelo novo e depois são revisados nas lojas. "A crise no agronegócio reduziu as vendas de máquinas novas e paralisou o mercado de usados. Algumas concessionárias já estão operando no vermelho", disse Raymundo Azevedo Filho, vice-presidente da Abraforte.

O BB vai liberar os R$ 15 milhões, captados pela caderneta de poupança rural, para financiamentos com prazo de até 36 meses. Os encargos variam de TR mais 10,5% ao ano até TR mais 16,45% ao ano, conforme a classificação do cliente, o risco e o prazo do financiamento, segundo Azevedo Filho.

A expectativa é impulsionar rapidamente as vendas nas lojas. A nova linha começa a ser divulgada ao mercado na Agrishow de Ribeirão Preto (SP). Um trator usado entre R$ 30 mil a R$ 50 mil e um modelo novo até R$ 120 mil.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink