BASF apresenta modelo único para manejo de soja
CI
Agronegócio

BASF apresenta modelo único para manejo de soja

Brasil será o primeiro país a adotar o Sistema AgCelence® Soja Produtividade Top
Por: -Janice

Brasil será o primeiro país a adotar o Sistema AgCelence® Soja Produtividade Top

A Divisão de Proteção de Cultivos da BASF lança este mês o Sistema AgCelence® Soja Produtividade Top. O modelo apresenta características únicas para o manejo da cultura de soja. Além do melhor controle fitossanitário, a combinação dos produtos Standak® Top, Comet® e Opera® proporciona a melhor relação de transformação da água, luz e nutrientes em energia e grãos. “Este modelo de manejo de soja proporciona uma grande tranquilidade decorrente do melhor estabelecimento da cultura, certeza da segurança em função de uma lavoura com mais raízes, folhas e ramos produtivos e a confiança numa maior produtividade”, ressalta o gerente de Marketing de Cultivos Extensivos, Oswaldo Marques.

A tecnologia do Sistema AgCelence® Soja Produtividade Top foi inteiramente desenvolvida no Brasil. Os estudos realizados no campo apontam para o fato de que, se todos os procedimentos forem seguidos corretamente, pode haver um aumento de até 5% na produtividade. Algo em torno de 3 sacas por hectare. O novo sistema de manejo proposto pela BASF estará à disposição dos produtores para a safra de soja 2010/11, que começa a ser semeada em outubro deste ano.

O Sistema AgCelence® Soja Produtividade Top é composto pelos produtos Standak® Top, Comet® e Opera®. O Standak® Top é um produto inovador para o tratamento de sementes: o único que possui ação fungicida e inseticida, juntas, para controlar as principais pragas e fungos, que atacam as sementes da soja e ainda apresenta os benefícios AgCelenceTM que proporcionam maior enraizamento, engalhamento e arranque da planta.

Os fungicidas Comet® e Opera® completam o manejo garantindo a qualidade da lavoura. O segundo é recomendado para o controle das principais doenças foliares que mais afetam as lavouras de soja, como a ferrugem asiática, mancha alvo, oídio, crestamento foliar e mancha parda ou septoriose. Sua ação é rápida e prolongada, com período mais extenso de controle, permitindo que a soja complete seu ciclo, proporcionando o aproveitamento de todo seu potencial produtivo. Já o Comet® é um fungicida com amplo espectro, utilizado no controle das principais doenças do algodão, feijão, café e citros. Apresenta maior proteção, com longo poder residual, melhor controle de doenças gerando maior produtividade e qualidade nas lavouras.

Tratamento consciente – O novo sistema de tratamento de sementes de soja proposto pela BASF busca reduzir o descarte de embalagens plásticas e diminuir o contato do agricultor com produtos químicos. Para cada 10 hectares, uma embalagem a menos será descartada no meio ambiente. Levando em consideração que o Brasil produz mais de 23 milhões de hectares de soja, em um cenário ideal, a redução do descarte de embalagens seria de mais de dois milhões de unidades.

“Estamos propondo uma mudança de processo no tratamento de sementes de soja”, ressalta o gerente de Cultivos Soja e Milho da BASF, Rogério Diacov. Ao invés de manipular dois produtos para em seguida aplicá-lo nas sementes, o produtor utilizará um único defensivo agrícola, o que, além de reduzir o descarte de embalagens, propõe mais segurança para o agricultor.

Standak® Top em fase de registro no Paraná.
As informações são de assessoria de imprensa.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.