BB amplia oferta de crédito em R$ 36,7 bi apostando no reaquecimento da economia

Agronegócio

BB amplia oferta de crédito em R$ 36,7 bi apostando no reaquecimento da economia

Os produtores rurais vão contar com crédito de R$ 1,4 bilhão, para um universo de 10,6 mil clientes que vão usar mais dinheiro para estocar sua safra e poder vender no melhor momento do mercado
Por:
186 acessos

Brasília - O Banco do Brasil anunciou hoje (1/9) a ampliação de sua oferta de crédito em R$ 36,7 bilhões para atender clientes pessoa física, micro e pequenas empresas, produtores rurais e prefeituras. O BB pretende com a medida ampliar a oferta de financiamento à modernização de bens e equipamentos, e estimular o comércio e o consumo, de acordo com o vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global da instituição, Ricardo Flores.

A crise econômica iniciada no final do ano passado melhorou sensivelmente a captação de recursos do banco, segundo Flores. Esta é a terceira vez neste ano em que o BB amplia sua oferta de crédito. Isto contribui, segundo ele para o aumento da geração de emprego e renda e o desenvolvimento econômico do país.

Os clientes pessoa física vão contar com mais R$ 5 bilhões de crédito para financiar suas compras, com a elevação dos limites do cartão de crédito e das operações de crédito direto ao consumidor (CDC). Em maio, esses recursos se situavam em R$ 13 bilhões e visavam um público de 10 milhões de pessoas. As operações do BB Crediário, que envolve financiamentos feitos diretamente nos estabelecimentos comerciais conveniados vão contar com o total de R$ 12,5 bilhões, direcionado a 1,2 milhão de clientes. Grande parte dessa demanda se refere ao financiamento de material de construção, segmento que está aquecido nos últimos meses.

As micro e pequenas empresas vão contar com R$ 13,9 bilhões, procurando atender 240 mil clientes. O prazo para pagamento do cartão Visa foi ampliado de 12 para 24 meses, podendo resultar em mais R$ 570 milhões os recursos disponíveis. Os produtores rurais vão contar com crédito de R$ 1,4 bilhão, para um universo de 10,6 mil clientes que vão usar mais dinheiro para estocar sua safra e poder vender no melhor momento do mercado.

Quatro mil prefeituras vão contar com R$ 3,1 bilhões para financiamentos dentro do Programa de Intervenções Viárias (Provias) e do programa Caminho da Escola, ambos do Governo Federal e que se destinam a incrementar o desenvolvimento socioeconômico dos municípios. O Banco do Brasil conta com os menores índices de inadimplência do mercado, segundo Ricardo Flores participando de 18,7% do crédito no mercado, com a oferta integral de R$ 252,5 bilhões ao conjunto dos clientes. Em 3 meses foram emprestados R$ 1,4 bilhão para pessoa física e em dois meses R$ 750 milhões para Micro e Pequenas Empresas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink