BB apresenta proposta de renegociação aos produtores goianos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,090 (1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


Agronegócio

BB apresenta proposta de renegociação aos produtores goianos

Os produtores rurais passaram a contar, a partir da 2ª quinzena de abril, com novas condições para negociar
Por:
1737 acessos
O Banco do Brasil através das Gerências de Reestruturação de Ativos Operacionais do Estado de Goiás, se reuniu com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, para apresentar uma nova proposta de renegociação de dívidas para os produtores rurais brasileiros, em específico do Estado de Goiás.


Segundo essa proposta, os produtores rurais passaram a contar, a partir da 2ª quinzena de abril, com novas condições para negociar suas dívidas vencidas até 30 de junho de 2012 no Banco do Brasil. Entre as novas alternativas, destacam-se o recálculo das dívidas, com revisão dos encargos de inadimplemento; o alongamento do prazo de pagamento para até 10 anos, desde que 50% da dívida seja paga em até 5 anos; os encargos financeiros à base de TR mais sobretaxa, dependendo do percentual de entrada, além de vantagens adicionais para pagamento à vista;


Com a medida a instituição financeira busca fortalecer o relacionamento com segmento rural, contribuindo para a manutenção das atividades produtivas aos mais de 256 mil produtores rurais em todo o Brasil que regularizarem seus compromissos.

Saiba quais são as dúvidas mais comuns:

1) Quem pode entrar no programa de renegociação de dívidas?
Produtores rurais inadimplentes até 30/06/2012.

2) Qual o prazo de pagamento desta renegociação?
Prazo de pagamento de até 10 anos, desde que na primeira metade do período concedido, seja pago 50% do valor da dívida.

3) Qual o valor da entrada?
A entrada mínima é de 10% do valor da dívida, porém entradas superiores a 20% do valor serão renegociadas com juros menores.

4) Qual a taxa de juros da renegociação?
a) Para operações com entrada de 10% a 20% do valor da dívida: a taxa de juros será o Índice de reajuste da poupança – IRP + 1% ao mês;
b) Para operações com entrada superior a 20% do valor da dívida: a taxa de juros será o IRP + 0,75% ao mês;

5) Quais serão os tipos de dívidas poderão ser renegociadas?
Dívidas rurais de produtores inadimplentes até junho de 2011 e particularmente, dívidas de CDC e cheque especial desde que relacionadas a pelo menos uma operação de crédito rural.

6) Como fazer a renegociação?
O produtor deve procurar a agência bancária para operacionalizar a renegociação - GERAT Rio Verde fone: (64) 3621-0242 e GERAT Goiânia fone: (62) 3216-5390

(Gerência de Comunicação do Sistema Faeg/Senar com informações do Banco do Brasil)

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink