INFLAÇÃO EM QUEDA

BC corta juros a menor patamar histórico

Inflação abaixo da meta provocou decisão
Por: -Leonardo Gottems
8 acessos

O Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil (Copom) decidiu nesta quarta-feira (06.12) cortar a taxa básica de juros de referência, conhecida como Selic, em 0,5 ponto percentual para 7% ao ano. A decisão foi tomada na última reunião do comitê no ano e leva o juro ao seu patamar histórico mais baixo.

A redução foi a décima consecutiva da taxa. Na reunião, os membros do comitê decidiram de forma unânime e confirmou a expectativa do mercado. Cinquenta e nove de 51 economistas ouvidos pelo portal Bloomberg já esperavam o corte de 0,5 ponto percentual. A taxa de 7% já estava prevista pelo Boletim Focus do Banco Central, que reúne a opinião dos analistas dos principais bancos brasileiros.

Uma novidade é a redução do ritmo nos cortes da taxa de juros. Na reunião de Outubro, o corte havia sido de 0,75 ponto percentual. No mês de abril, no início do ano, os cortes eram ainda mais drásticos, com reduções de um ponto percentual por reunião. À época, os juros básicos eram de 12,25%.

O Copom divulgou um comunicado oficial após a decisão. Um novo corte na taxa básica de juros pode ser “adequada” se o panorama econômico evolua conforme a expectativa do Banco Central do País, informou o documento. De acordo com o boletim Focus, uma nova redução nas taxas de referência deve acontecer no mês de Fevereiro do ano que vem.

Para o Banco Central, o comportamento da inflação segue satisfatório, mas considera que existem riscos, como choque favorável nos preços de alimentos e possível atraso nas votações da reforma da previdência. Em 12 meses, a inflação acumula 2,7%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink