Bem Estar Animal não se restringe às instalações e equipamentos

Agronegócio

Bem Estar Animal não se restringe às instalações e equipamentos

Fórum Integrall de Suinocultura debate novas tecnologias para bem estar animal
Por: -Joana
1514 acessos
Muito além dos equipamentos e instalações, produtores e agroindústria estão percebendo que o conjunto que envolve manejo, aditivos, fármacos e alternativas para melhorar o bem estar animal são peças fundamentais dos novos processos de produção adotados na Europa, Estados Unidos e Brasil. Não apenas a forma de alojamento, equipamentos ou manejo do animais faz a diferença, mas sim o tripé sanidade, manejo e nutrição aliado às instalações e equipamentos. Ações que envolvem investimentos e mudanças de paradigmas na produção de suínos no Brasil e no mundo. Mas quais as diretrizes a serem adotadas no Brasil?Quais modelos viáveis para produção brasileira?

Os novos desafios e as oportunidades relacionadas ao bem estar animal na suinocultura mundial são tema de debates durante o 1º Fórum Integrall de Suinocultura (FIS), que vai acontecer nos dias 14 e 15 de abril, no Hotel Four Points Sheraton, em Curitiba, no Paraná. O evento que vai reunir especialistas dos principais países produtores de carne suína no mundo vai traçar ainda um rumo para o desenvolvimento da suinocultura no Brasil.

O setor precisa discutir ações para se adequar as modernas exigências de bem estar destaca o médico veterinário e Coordenador do1º FIS, Iuri Pinheiro Machado “Bem Estar Animal em suinocultura, mais que idealismos é uma demanda crescente no mercado mundial. E com a perspectiva de abertura de novos mercados, mais exigentes, percebe-se uma necessidade quase urgente de se definir quais rumos cada diferente sistema de produção de suínos deve tomar em relação ao bem estar animal. O objetivo do 1º FIS é oportunizar a abordagem do assunto de forma científica, despindo-se de preconceitos e idealismos não fundamentados, reunindo pesquisadores, consultores e produtores com ampla experiência na área, apresentando seus pontos de vista e debatendo entre si e com a platéia” afirma Iuri.

O uso de novas tecnologias pode ser uma questão estratégica para manter a competitividade de produção. Por isso, o tema será destacado no Painel “Bem estar animal não se restringe às instalações e equipamentos: uso de novas tecnologias”. Neste painel, o especialista uruguaio Ricardo Segundo Cochran, do OPP Group, da Espanha e a pesquisadora da Universidade Federal de Santa Maria, Juliana Sarubbi, vão debater questões relacionadas ao manejo, o uso de aditivos, fármacos e alternativas para melhorar o bem estar animal em todas as fases de produção. Este debate vai acontecer no dia 14 de abril, a partir das 14h30.

Palestrantes
Ricardo Segundo Cocharn é Médico Veterinário formado pela Fac. de Veterinária del Uruguay em 1985 e mestrado em Produção Suína pela Universidad de Aberdeen, Escocia em 1989. Assessor Independente de uma dezena de produtores de suínos no Uruguay (1985 a 1988). Publicou livro, foi co-autor de publicações, palestrou em diversos congressos relacionados à suinocultura e atuou como docente em faculdades de veterinária. Foi gerente de produção de uma granja de 2000 matrizes de 1992 a 2002 e responsável por serviços técnicos do Laboratório Hipra na América Latina até 2008. Em 2009 ingressou na empresa de consultoria espanhola OPP (Optimal Pork Production).

Juliana Sarubbi possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual de Londrina (2003), mestrado (2005) e doutorado (2009) em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente, é professora adjunta da Universidade Federal de Santa Maria (CESNORS/Palmeira das Missões/RS). Atua paralelamente como pesquisadora colaboradora da FEAGRI-UNICAMP. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Criação de Animais, atuando principalmente nos seguintes temas: suinocultura, ambiência e bem-estar animal.

O evento, realizado pela Integrall Consultoria, vai reunir representantes de todos os elos da cadeia produtiva para debater as mais modernas práticas, tecnologias e a realidade da produção mundial de suínos. O objetivo é abordar os diferentes aspectos e diretrizes do bem estar animal na produção brasileira de suínos a partir das experiências de sucesso nos principais países produtores. Para isso, o encontro vai reunir especialistas da Espanha, Reino Unido, Canadá, Uruguai e Estados Unidos.

Inscrições
As inscrições para o 1º Fórum Integrall de Suinocultura podem ser feitas pelo site www.integrall.org/forum. O custo da inscrição até o próximo dia 8 de abril é de R$ 600 para profissionais e R$ 420 para estudantes. No dia do evento as inscrições terão um custo de R$ 750. Outras informações podem ser obtidas pelo site www.integrall.org/forum, pelo e-mail forum@integrall.org ou pelo telefone (34) 3823 4279.

Serviço:
1º Fórum Integrall de Suinocultura
Data: 14 e 15 de abril de 2011
Local: Hotel Four Points Sheraton, em Curitiba, PR
nformações: www.integrall.org/forum
E-mail: forum@integrall.org
Telefone: (34) 3823 4279.
As informações são da assessoria de imprensa da Integrall.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink