Biofertilizante brasileiro pode ir para o exterior
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Imagem: Pixabay

INÉDITO

Biofertilizante brasileiro pode ir para o exterior

Trata-se do primeiro biofertilizante registrado no Brasil que pode ir para mercado internacional
Por: -Eliza Maliszewski
2195 acessos

O primeiro biofertilizante registrado no Brasil pode ganhar o mercado global nos próximos meses. O Vorax, da espanhola Tradecord, que adquiriu a brasileira Microquímica no ano passado, está passando por testes e os procedimentos de regulação e registro necessários para entrar no mercado internacional. 

O biofertilizante precisa se encaixar com as características de legislação de cada local o que inclui estudos de mercado e definição de posicionamento por cultura estratégica para obter o máximo do produto em todos os cultivos, assim como testes agronômicos para adaptar às características específicas de todos os países.

Desta forma, estão sendo feitos testes internacionais em variadas culturas, a fim de
encontrar as melhores performances do produto, que apresenta benefícios consolidados ao auxiliar no desenvolvimento dos frutos, enraizamento e crescimento das brotações, bem como no pré-florescimento das culturas anuais.

O produto é registrado para várias culturas desde soja, uva e hortaliças. É obtido a partir da fermentação biológica de melaço de cana por uma bactéria do bem. É um produto desenhado especificamente para agricultura e é baseado em um extrato bacteriano para um mercado que tem demanda crescente por produtos cuja origem não é ligada à síntese química e sim oriundo de fontes naturais. Age melhoramento a assimilação de nitrogênio, reduzindo o impacto de estresses na planta, estimula o metabolismo, maior produção de clorofila e fotossíntese. 

Com a expansão internacional a projeção de crescimento das vendas é de mais
80% nos próximos 3 anos. “Também por ser um bioestimulante que atua numa grande variedade de cultivos em diferentes condições, nossa projeção é de um grande crescimento das vendas globais”, destaca Jorge Aguilar, diretor de marketing da Tradecorp Internacional.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink