Biogénesis Bagó lança na Expointer produto essencial para protocolos de IATF em vacas de corte

Agronegócio

Biogénesis Bagó lança na Expointer produto essencial para protocolos de IATF em vacas de corte

Medicamento corrige deficiências fisiológicas
Por:
3689 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Medicamento corrige deficiências fisiológicas de animais em anestro e com baixa condição corporal e aumenta a fertilidade dos animais submetidos a protocolos de IATF

A empresa de saúde animal Biogénesis Bagó lança no mercado brasileiro durante a Expointer, que se realiza de30 de agosto a 7 de setembro, em Esteio (RS) o EcEgon®, medicamento que corrige deficiências fisiológicas de animais em anestro e com baixa condição corporal e aumenta a fertilidade dos animais submetidos a protocolos de inseminação artificial em tempo fixo (IATF), garantindo resultados mais precisos.

O EcEgon® é produzido à base de uma complexa glicoproteína obtida do soro de éguas prenhes conhecida como eCG (Gonadotrofina Coriônica Equina ou PMSG). Esta glicoproteína é purificada pelos processos Biogénesis Bagó através dos mais altos padrões de qualidade, o que permite obter um estímulo de ação prolongada nos animais, com potência e alta qualidade, garantindo resultados uniformes na IATF.

“O EcEgon®, quando administrado em protocolos de IATF, produz um estímulo de ação prolongada no momento certo, visto que corrige deficiências de LH principalmente nos folículos pré-ovulatórios de animais em anestro ou com baixa condição corporal. Este estímulo de LH está ligado a um aumento na fertilidade desses animais, seja por aumentar a taxa de ovulação dos folículos ou por minimizar os efeitos letárgicos que resultam na mortalidade precoce dos embriões. Isso se traduz em mais prenhez na IATF”, explica o médico veterinário, Lucas Souto, Gerente de Serviços Técnicos da Biogénesis Bagó.

O lançamento do EcEgon® no Brasil complementa a linha reprodutiva da Biogénesis Bagó, recomendada para os atuais protocolos de IATF, prática que vem se consolidando cada vez mais no País. Segundo estimativas baseadas na quantidade de venda de hormônios reprodutivos e na quantidade de sêmen bovino comercializados segundo a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia), em 2014, cerca de 9 milhões de cabeças de bovinos deverão ser inseminadas via IATF, o que representa aproximadamente 12% do rebanho de fêmeas existentes no Brasil

“Com o EcEgon®, o mercado passa a contar com mais uma ferramenta disponível visando melhorar nossos índices reprodutivos, que assim como as vacinas reprodutivas e orientações técnicas nos permitem falar em reprodução com saúde. Reprodução com saúde é pensar na efetividade do sistema de cria que visa desmamar a maior quantidade de bezerros de qualidade por vaca por ano. Para isso devemos, além de emprenhar mais vacas, minimizar as perdas gestacionais existentes, programar o melhor momento para as parições, assim como garantir que os bezerros nascidos morram menos até a desmama”, complementa Souto.

Completam a linha reprodutiva da Biogénesis o Cronipres Mono Dose, o pioneiro em dispositivos de sincronização de uso único, cujo formato anatômico reduz perdas, facilita o manejo, minimiza erros humanos de anotações e armazenamento incorreto, reduz risco de transmissão de enfermidades, padroniza parâmetros de progesterona, contribuindo para um alto índice de prenhez na IATF; além das vacinas reprodutivas Bioabortogen H e Bioleptogen, e os produtos Bioestrogen (estradiol à base de benzoato) e Croniben (análogo sintético da prostaglandina).
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink