Biológico aumenta produtividade em US$ 75/ha
CI
Imagem: AgrolinkFito
TRATAMENTO DE SEMENTES

Biológico aumenta produtividade em US$ 75/ha

Produto reduz ainda o uso de agroquímicos
Por: -Leonardo Gottems

A Plant Health Care anunciou que seu novo tratamento de sementes PHC279 para prevenção e tratamento da ferrugem asiática recebeu aprovação para venda no Brasil. Trata-se do primeiro produto da plataforma de tecnologia PREtec, também chamada “Vacina para Plantas”, com liberação comercial no País, após um investimento de US$ 20 milhões nos últimos oito anos.

De acordo com a fabricante, o PHC279 tem o potencial de “entregar controle de doenças e aumento de produtividade de aproximadamente US$ 75/ha para os produtores de soja brasileiros, dando-lhes um ROI (Retorno Sobre o Investimento) de 6x ou mais”. O produto reduz ainda o uso de agroquímicos: “Espera-se que o perfil ambientalmente correto e o modo de ação exclusivo do PHC279 levem a uma ampla adoção pelos produtores de soja brasileiros”.

A Plant Health Care pretende lançar o PHC279 durante o segundo semestre de 2021 e espera construir uma penetração de mercado significativa nos próximos dois a três anos. “Os peptídeos PREtec representam uma nova classe de tecnologia que estimula a planta a se defender. Derivado de proteínas naturais, o PREtec é uma abordagem ambientalmente correta para proteger as plantações e é compatível com as práticas agrícolas convencionais”, aponta a empresa.

“PHC279 é o primeiro de muitos produtos que planejamos introduzir no Brasil a partir da plataforma PREtec da empresa. Obter a aprovação regulatória no Brasil em menos de 12 meses é um forte endosso das credenciais de sustentabilidade do PHC279. Prevemos o lançamento de PHC279 para uso na safra de soja de 2021/22 e a empresa está avançando com planos para garantir parceiros de distribuição. Fora do Brasil, estamos nos preparando para lançar esta nova tecnologia diretamente nos mercados dos Estados Unidos e de outros países, inicialmente visando mercados com oportunidade de US $ 5 bilhões”, afirmou Chris Richards, CEO da Plant Health Care.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink