Boi gordo: oferta curta e preços mais altos
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO

Boi gordo: oferta curta e preços mais altos

Em São Paulo, os frigoríficos abriram a última quarta-feira (13/1) pagando R$3,00/@ a mais pelo boi gordo na comparação diária
Por:

Em São Paulo, os frigoríficos abriram a última quarta-feira (13/1) pagando R$3,00/@ a mais pelo boi gordo na comparação diária. Para a novilha gorda, a alta foi de R$2,00/@, segundo levantamento da Scot Consultoria.

Sendo assim, a cotação de referência da arroba do boi gordo ficou em R$282,00, preço bruto e à vista. Vacas e novilhas gordas ficaram cotadas em R$265,00/@ e R$275,00/@, preço bruto e à vista, respectivamente. Os negócios para bovinos que atendem os requisitos para exportação, estão ocorrendo em torno de R$290,00/@.

Em Minas Gerais, a oferta de boiadas está pequena, fato que resultou em alta nos preços em todas as praças pecuárias. Na região Norte, o aumento no preço do boi gordo foi a mais acentuado, R$4,00/@, com os negócios em R$283,00/@ preço bruto e à vista. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink